Informação falsa: assaltantes roubam fardas da PM em Belém

By | 07/07/2014
Mensagem de WhatsApp espalha boato em Belém

Mensagem de WhatsApp espalha boato em Belém

Boato – Ladrões da capital do Pará roubaram fardas da Polícia Militar local para realizar assaltos disfarçados.

Que atire a primeira pedra quem nunca deu nenhum trote em ninguém. É costume bobo de criança, é comum na adolescência e tem até adultos que aderem à “brincadeira inofensiva”. O problema é que muitas vezes o trote não é pra inspetora da escola perguntando se a casa dela é açougue, as pessoas passam da conta e saem espalhando medo e preocupação em trotes ameaçadores e pesados.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

E se antes passar um trote se limitava a encontrar um número qualquer na lista telefônica e fazer uma ligação específica, para um lugar específico, agora a coisa é bem maior. Com as redes sociais, a origem do trote dificilmente é encontrada, basta mandar para uma pessoa e pedir que seja compartilhado, e aí fim, tudo se espalha rápido.

Foi o que aconteceu com a população de Belém do Pará que se assustou com uma mensagem sobre a PM, enviada e compartilhada por WhatsApp. Confira na íntegra o texto que circulou os celulares dos paraenses:

“Pode ser furada, mas nunca se sabe…

Alerta Roubo de fardas da Polícia Militar.

Hoje, em Belém, um funcionário da loja Caserna foi assaltado e foram levadas várias fardas da PM pelos bandidos. A loja fabrica fardamentos.

Por isso fiquem atentos nos próximos dias com civis com vários ‘pms’ dentro ou barreiras policiais que não tenham viaturas da PM, apenas pessoas fardas e cones, possivelmente pode ser assalto.

Compartilhem com amigos e familiares”.

É boato. Simples assim. Ou trote, como queiram. O dono da falcatrua que deixou a população de Belém sob alerta ainda esclarece ‘pode ser furada…’, é furada. A notícia do roubo das fardas chegou à PM da capital que, após averiguação na loja citada nas mensagens e constatação de que não houve roubo algum, em nota esclareceu o boato. O delegado da Seccional de Polícia do bairro da Cremação, responsável por desmentir a informação falsa afirmou que mensagens e mentiras semelhantes não são raras e é preciso atenção para não cair nelas.

O roubo é tão falso, que a mesma mensagem foi espalhada em Santarém, oeste do Pará, sendo que na cidade não há nenhuma loja Caserna (supostamente assaltada). A PM local também desmentiu a mensagem.

Na era dos conectados, fica difícil saber se o que compartilhamos é verdadeiro ou falso. Na dúvida, não compartilhe, para não ajudar um sem noção qualquer a espalhar mais um boato por aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *