História falsa: bebê Ícaro, de 2 anos, foi sequestrado em Sorocaba

By | 24/11/2014
Menino Ícaro, de Sorocaba, já foi encontrado

Menino Ícaro, de Sorocaba, já foi encontrado

Boato – Pedido de ajuda urgente alerta para caso de bebê que foi sequestrado no Carrefour Chácara Sônia Maria, em Sorocaba.

Postagem que contam casos de crianças desaparecidas sempre são febre em redes sociais. Se antes a caixa de leite alertava para meninos e meninas que sumiram, o Facebook tomou esse lugar. Um dos casos é o do menino João Kovalski. O caso chegou até a TV graças à repercussão em redes.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Curta também a nossa página no Facebook e não caia em boatos

Só tem um problema, nem sempre todos os casos de crianças sequestradas são verdadeiros. Um desses casos aconteceu em outubro de 2014 e envolveu um lindo menino na cidade de Sorocaba. De acordo com o texto, Ícaro de dois anos teria sido sequestrado. Leia:

AJUDA URGENTE!!
ESSE BEBE SE CHAMA ICARO tem 2 anos
Foi sequestrado/Roubado ontem no carrefour Chacara Sônia Maria uma moça bem vestida loira a abordou a mae dele começou a conversar no estacionamento quando estavam caminhando próximo ao carro um homem saiu com uma faca dizendo para entrar no carro com o bebê, eles deram mts voltas na cidade doparam e a mãe do bebê e a abandonou próximo ao hospital Samaritano em Sorocaba e levaram o bebê. autoridades competentes ja estão no caso porém nos orientou que postassemos em redes sociais e pedissem o compartilhamento. Por favor nos ajudem .

A postagem causou comoção e gerou muitos compartilhamentos (na nossa conta, 140 mil até o momento e só crescendo). Mas o que os internautas não sabem, é que Ícaro não só foi reencontrado como a história não tem nada a ver com um caso de sequestro.

Logo que o caso de Ícaro ganhou repercussão (também por causa das redes sociais), o menino foi encontrado em Bragança Paulista, cidade também do interior de São Paulo. O G1 fala sobre o assunto nesta matéria. Isso aconteceu no dia 16 de outubro.

Um dia depois, a polícia apontou que não havia ocorrido sequestro algum. Ou seja, a mãe não havia sido dopada tampouco abordada com uma arma como descrito no texto em redes sociais. Sem condições para criar a criança, ela deu para um casal. A doação foi, inclusive, reconhecida em firma. Mesmo com o documento (que não tem valor legal), a criança foi conduzida ao Conselho Tutelar da cidade após ser encontrada.

No dia 19 de outubro, a polícia apontou que a jovem (que tem 19 anos) havia inventado a história para justificar para parentes sobre como ocorreu o sumiço da criança. Ela não contava era que a história se espalhasse tanto.

Resumindo a história: não adianta ficar por aí espalhando o alerta do sequestro do menino Ícaro. Não só ele foi encontrado como também nunca ocorreu sequestro. Agora resta esperar e ver como a história se desdobra. Ante de acabar, um último conselho: se você vir fotos de crianças desaparecidas, vale checar se elas não foram encontradas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *