Arlindo Cruz é preso por porte de cocaína, afirma boato

Boato – Sambista carioca, Arlindo Cruz, foi preso no Morro da Serrinha, Rio de Janeiro. No momento da prisão o cantor estava sob efeito da droga.

Já sabemos que boato adora uma celebridade. Fama é como imã para histórias falsas e notícias fictícias. De padres amaldiçoados a presidentes que morreram se é minimamente conhecido, é alvo de mentira na internet.

Boato afirma que Arlindo Cruz foi preso porte ilegal de cocaína
Boato afirma que Arlindo Cruz foi preso por porte ilegal de cocaína

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Dessa vez quem caiu na rede de boatos foi o cantor carioca, Arlindo Cruz. O também participante do programa Esquenta da Rede Globo está dando o que falar na internet. Ao que parece o sambista foi preso no Morro da Serrinha, Rio de Janeiro, portando cocaína e sob efeito da droga.

Confira a notícia:

‘Cantor Arlindo Cruz  do Programa Esquenta de Regina Casé foi pego no morro da Serrinha no Rio totalmente chapado de tanto cheirar cocaína.

O pagodeiro do programa “Esquenta”  da Rede Glogo foi preso por policiais do Rio de Janeiro na sexta feira do dia 24 de Abril.

Por conta do flagrante o cantor cancelou sua turnê internacional que faria  no mês seguinte incluindo uma aparição na Indonésia’.

Se analisarmos bem não é uma notícia. Isso porque notícias fazem sentido, são coerentes e apresentam fontes. O texto acima não cita nenhuma fonte confirmando o caso e, além disso, como um típico boato a história não saiu em nenhum portal de renome. Nem mesmo naqueles que não tem relação com a Rede Globo.

Pelo contrário, a história correu a web e as redes sociais em páginas e portais que não são lá muito confiáveis. Uma das primeiras postagens sobre o assunto foi feita já no dia 24 de abril no Portal do Zacarias.

Logo depois a notícia foi repassada pela página Faca na Caveira rendendo mais de 24 mil curtidas e 23 mil compartilhamentos. Depois, o conteúdo apareceu replicado em blogs típicos de notícia falsa como o Sacizento.

Acompanhada de uma foto do cantor que aparece com as narinas brancas, o boato da prisão se espalhou como verdadeiro. Entretanto, no dia 24 abril Arlindo Cruz não estava no Rio de Janeiro, mas sim em São Paulo para um show. No dia 25 de abril, o cantor também não estava preso, já que realizou show em Jaguariúna (SP).

E assim, Arlindo Cruz é a mais nova vítima das mentiras da web. Claro que, sabemos bem, não será a última.

 

PS: esse artigo foi uma sugestão dos leitores Vicente Carvalho e Julio Tavares. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.  

3 comentários em “Arlindo Cruz é preso por porte de cocaína, afirma boato

  • 30/04/2015 em 19:20
    Permalink

    Tipo… a notícia é falsa, mas e a foto? Eita.

    Resposta
      • 20/03/2017 em 20:01
        Permalink

        Efeitos a curto prazo (quantidade média): sensação de auto-confiança, vigor intenso Duração: 4 horas Efeitos a curto prazo (grandes quantidades): irritabilidade, depressão, psicose Risco de dependência psicológica: alto Risco de dependência física: alto Tolerância: não Efeitos a longo prazo: danos ao septo nasal e vasos sanguíneos, psicose Utilização médica: anestésico localCOCAÍNA

        30 COCAÍNA ABUSO DE COCAINA E ANFETAMINAS E RISCO DE AVC quem consome cocaína e anfetaminas correm um risco elevado de ser acometido de Acidente Vascular Cerebral (AVC), segundo um artigo publicado na revista Archives of General Psychiatry por pesquisadores da Universidade do Texas. O abuso de anfetaminas, mas não de cocaína, se relacionou também com um maior risco de morte por AVC do tipo hemorrágico. Segundo os autores do estudo, a cocaína e as anfetaminas podem provocar um AVC pelo aumento da pressão arterial ou desencadeando espasmos nas paredes das artérias. Foram analisados dados referentes a 8.369 casos de AVC que ocorreram entre 2000 e 2003. No ano de 2003, o abuso de anfetaminas se associou a um risco quatro vezes maior de AVC hemorrágico, enquanto o abuso de cocaína duplicou as probabilidades tanto de AVC hemorrágico como isquêmico.

        Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)