Começou o videomonitoramento de trânsito em todo Brasil #boato

Boato – Vídeo que circula na internet é a prova que começou o videomonitoramento de trânsito em todo o Brasil. Prepare-se para tomar multas.

Mais uma vez, estamos aqui para falar de boatos relacionados à chamada “indústria das multas”. Há algum tempo, estivemos aqui para falar sobre câmeras que teriam sido instaladas para aplicar multas em uma rua do Rio de Janeiro. Hoje vamos falar de outro caso, um pouco mais “genérico”.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Um vídeo de uma reunião viralizou na internet em maio e junho de 2017. A filmagem aponta que o videomonitoramento para multas estão prestes a ser instaladas em todo o Brasil. No vídeo, um homem fala que as câmeras conseguem “pegar tudo” que os motoristas estão fazendo. Assista ao vídeo que circula online e leia texto que viralizou no Facebook e WhatsApp:

Começou a instalação do videomonitoramento em Todo Brasil, veja como você vai tomar multas de monte e perder a habilitação Recomendo que assista e compartilhe.. agora a coisa vai ficar preta…

Começou o videomonitoramento de trânsito em todo Brasil?

É claro que o vídeo fez muito sucesso na internet. Mas será mesmo que “começou” a nova fase de aplicação da indústria das multas em todos o Brasil? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Na realidade, a mensagem que circula no “ZAPZAP” está falsa em três níveis. O primeiro deles é a explicação de que “começou o videomonitoramento”. Quem guia pelas vias Brasil afora sabe que o uso de câmeras de segurança não são novidade. Há, inclusive, uma portaria do Denatran de 2011 que regula o uso de câmeras.

O segundo ponto é afirmar que o uso de câmeras para registrar infrações como “se fosse um fiscal de trânsito” será implantada em todo o Brasil. Até o momento, algumas poucas cidades (como Cuiabá) adotam e outras (como o Rio de Janeiro) não adotam. Detalhe: em todo o lugar em que uma câmera for usada para multar, é obrigatório que haja sinalização por placas.

O terceiro ponto é usar o vídeo como a prova que o videomonitoramento será instalado para multar em todo o país. A filmagem é, na realidade, de Goiás. O governador do estado Marconi Perillo é quem participa do vídeo. Ou seja, o vídeo é a prova que o sistema será usado em alguns pontos de Goiás.

Neste ponto, vale uma ressalva. As pessoas estão apenas falando que o videomonitoramento serve apenas para registrar multas. A informação é falsa. De acordo com os criadores, o sistema serve para evitar mortes e aumentar fiscalização. Cabe a você concordar ou não com a proposta, mas uma coisa é certa: só será punido quem está fora da lei.

Resumindo: a história que aponta que um vídeo é a “prova” que o videomonitoramento para multar os motoristas será implantado em todo o Brasil está errada em diversos pontos. Procure se informar antes de reclamar.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)