Compartilhe vídeo de pai agredindo crianças para que ele seja preso #boato

Boato – Pai bate em filhos com bengala e os pendura em corda. Vídeo viraliza na internet e Jota Júnior pede para que pessoas compartilhem o caso nas redes sociais para que ajudem a encontrar o criminoso.

A violência contra crianças e adolescentes no mundo todo apresenta números alarmantes. A cada 7 minutos, uma morte é registrada. E, muitas vezes, esses jovens são vítimas de quem mais deveria lhes dar proteção: a própria família.

Esse fato pode ser identificado no relatório que mapeia a violência contra crianças e adolescentes no mundo, lançado pela Unicef, no final de 2017. No Brasil, a cada 100 jovens entre 0 e 14 anos, 68 sofreram algum tipo de punição corporal no mês que antecedeu a pesquisa.

E um vídeo que foi divulgado nas redes sociais mostra que a crueldade contra os próprios filhos parece não ter limites aqui. Na filmagem, um pai aparece batendo em seus filhos com uma bengala e uma corda. E em um áudio, que acompanha o vídeo, um homem chamado Jota Júnior pede para que as pessoas divulguem as imagens e ajudem os policiais a encontrarem o criminoso. Ele ainda afirma que “se o pai que aparece no vídeo for do Pará, não vai viver mais do que 24 horas”. Confira:

Boa tarde, pessoal. Boa tarde. Aqui é o Jota Júnior, de Palmas, Tocantins. Eu só queria pedir o apoio de todos, que divulgasse bastante esse vídeo. Deixa eu dar um exemplo pra vocês. Um tempo atrás, apareceu um vídeo de um gordinho batendo em sua mãe e a gente fez uma corrente de divulgação nas redes sociais (Facebook e WhatsApp) e questão de horas, as autoridades bateu a mão no gordinho. Vamos torcer que esse aí seja a mesma coisa que aconteceu com o gordinho, tá?

As autoridades pegar ele, porque se um caso desses for no Pará, ele não vive mais do que 24 horas. Porque o Pará é respeitado, o estado do Pará, o meu estado – eu sou de Capanema. Então, eu queria pedir o apoio de todos vocês. Vamos divulgar bastante. Quem tiver grupo de polícia, pode jogar dentro. Todos os grupos que você participa, tá? Teve outro caso também, de um casal dentro de uma van, abusando uma criança, e graças ao apoio, da divulgação do Facebook e do WhatsApp, também o casal foi preso.

Então, eu quero que vocês me apoie. Vamos divulgar bastante, tá? Bastante mesmo, para que esse marginal aí não fique desafiando as nossas autoridades. Que isso aí é um desafio às nossas autoridades, um desafio às nossas leis. Por incrível que pareça, no Brasil, é difícil. Mas, com a ajuda de vocês, pode ter certeza que vai ficar fácil a polícia prendeu esse vagabundo aí. Obrigado pela atenção de todos. Um abraço do Jota Júnior.

Compartilhar vídeo de pai agredindo crianças com bengala e corda fará com que ele seja preso?

Se você ainda não viu o vídeo, recomendamos que não o veja. As imagens são cruéis e tristes (e também não vão agregar em nada). Infelizmente, o compartilhamento dele está sendo fomentado pelo pedido do áudio. Porém, o “ajude a polícia a encontrar o criminoso” não passa de balela. Quer saber o porquê? Então, continua lendo.

Bom, começamos pelo áudio. Ele apresenta características já encontradas em outros boatos que vimos na internet. Informações vagas (ele não dá detalhes sobre o vídeo e nem fala sobre os outros casos que, segundo ele, foram auxiliados pela divulgação nas redes sociais) e pedido de compartilhamento para o maior número de pessoas que você conseguir. Isso já nos faz desconfiar da história.

E, ao contrário do que pede o Jota Júnior de Capanema (que não fazemos a mínima ideia de quem é), compartilhar o vídeo (ou o áudio do xará do narrador do Sportv) não vai ajudar a polícia a encontrar criminosos por dois simples motivos: ele já foi preso e nem é brasileiro.

Como dito anteriormente, o vídeo, infelizmente, é verdadeiro. Ele foi registrado em uma vila no distrito de Rajsamand, na Índia. As imagens mostram Chain Singh Rawat batendo em seus filhos com uma bengala e corda, porque (PASMEM!) eles fizeram suas necessidades nas roupas e estavam comendo terra.

Chain e seu irmão, que gravou o vídeo enquanto as crianças eram espancadas, foram detidos no final de janeiro e estão sendo indiciados por homicídio culposo. As crianças foram encaminhadas para o hospital e estão em tratamento. Quando forem liberados, serão entregues à mãe, que não estava em casa no momento do ocorrido.

Sendo assim, apesar de o vídeo ser verdadeiro, a história que o acompanha não passa de boato. O homem que aparece nas imagens já foi preso, o fato ocorreu na Índia (bem distante do Brasil) e, portanto, compartilhar o vídeo não vai ajudar de nada (só a continuar divulgando essas imagens cruéis e tristes). Até a próxima.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 994325485.

Um comentário em “Compartilhe vídeo de pai agredindo crianças para que ele seja preso #boato

  • 08/02/2018 em 19:30
    Permalink

    O whatsapp de vocês deve ser boato rsrs… cada postagem tem um nro diferente… esse nro aqui indicado já o terceiro nro diferente que eu vejo.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)