Expressão uai foi criada como senha na Inconfidência Mineira #boato

Boato – Segundo o jornal Correio Braziliense, a expressão “uai” foi utilizada como senha na Inconfidência Mineira.

Existem muitos sotaques Brasil a fora, mas o mineiro é especial e econômico. Há quem diga que o mineiro goste, inclusive, de economizar palavras e se livra facilmente de silabas sem o menor remorso.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Quem é mineiro sabe e quem conhece também: quem nasce em Minas fala “uai” antes de “mãe”. Pois bem, a última da internet dá conta da origem da expressão. Segundo uma história que circula no Facebook e WhatsApp, a origem do “uai” está na Inconfidência Mineira. Leia o que diz a publicação (temos duas versões):

 (A Expressão “UAI”) O verdadeiro significado é ” União Astutos da Inconfidência “. A inconfidência Mineira, ou Conjuração Mineira, foi uma tentativa de revolta de natureza separatista abortada pela coroa portuguesa em 1789, na então capitania de Minas Gerais, contra, entre outros motivos, a execução da derrama, o domínio português. Por fim a expressão, tornou-se gíria popular.

Você sabia como surgiu a expressão popular dos mineiros UAI? Cada região do Brasil é marcada por uma maneira típica, seja na culinária, no vestuário ou até mesmo nas expressões e sotaques. Os mineiros são reconhecidos por uma expressão popular muito comum entre eles, o famoso UAI. Mas, afinal de contas, como surgiu essa expressão popular dos mineiros?

Segundo o jornal Correio Brasiliense, o presidente Juscelino Kubitschek que incentivou a professora Dorália Galesso a pesquisar essa origem. Depois de exaustiva busca na Arquidiocese de Diamantina e em antigos arquivos do Estado de Minas Gerais, Dorália encontrou a explicação.

Origem do uai é senha na Inconfidência Mineira?

Um monte de gente começou a compartilhar a história a torto e a direito. Mas será mesmo que essa é a origem do uai? A resposta é não. E se você quiser entender “direitim” esse “trem”, vamos aos fatos.

Em uma pesquisa rápida no site do Correio Braziliense (que está escrito errado na mensagem, diga-se de passagem), não encontramos nenhum resultado quando se procura pela tal matéria. Além disso, o texto possui as características de boato: sem datas e fontes confiáveis e erros de ortografia comuns.

Dito isso, saiba que encontramos poucas referências com o nome Dorália Galesso – apontada como a responsável pela pesquisa. Encontramos, em Brasília, uma pessoa com esse nome. Mas, ao contrário do que se imagina, não existe nenhuma pesquisa (pelo menos publicada na internet) que sustente a hipótese apontada no texto.

Ao procurarmos a origem do texto, encontramos alguns trabalhos acadêmicos que apontam como principal hipótese a abreviação do “olha aí”. Confira na página 78, item 4, da pesquisa acadêmica da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Aliás, o mineiro é famoso em economizar palavras. A pesquisa também indicou uma alternância em outras palavras, como: espaiado – espalhado, maio – malho, muié – mulher, fiio – filho. Em outros trabalhos, a hipótese “olha aí – uai” também aparece como a mais indicada.

Resumindo: o texto que liga o uai a Inconfidência Mineira não é comprovada e a matéria do Correio Braziliense não existe. Ou seja, tudo boato “sô”.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)