Turistas sofrem assalto no céu enquanto voavam de parapente no Rio #boato

Boato – Um recorde foi quebrado. Dois turistas resolveram fazer um voo de parapente no Rio de Janeiro. Enquanto estavam no céu, foram assaltados. Bandidos levaram carteira e celular.

Mesmo com a intervenção federal na segurança pública, o Rio de Janeiro ainda não é um local considerado seguro. Diariamente, noticiários falam de roubos, homicídios e outros tipos de crimes na “cidade maravilhosa”. E se você acha que não dá mais para se surpreender, um texto que circula online aponta que, literalmente, a violência está nas alturas.

De acordo com uma mensagem que circula online, dois turistas conseguiram a proeza de sofrer um assalto enquanto voavam de parapente no Rio de Janeiro. A história circulou em redes sociais por meio de um suposto print do site G1. Leia a mensagem que circula online:

Assalto no céu em parapentes! Dois turistas no Rio de Janeiro resolvem fazer um passeio em um parapente sobre a praia de Copacabana quando surge duas pessoas armadas em outro parapente, os assaltantes abordaram os turistas no ar, pedindo a carteira e celular.

Turistas sofreram assalto no céu enquanto voavam de parapente no Rio?

A imagem com a suposta notícia foi muito compartilhada na internet (até o lendário Sérgio Mallandro compartilhou a história, com direito a um adjetivo sobre a situação por lá). O que nem ele e outras pessoas sabem é que a história do assalto não procede. Vamos aos fatos.

O primeiro ponto que nos chamou atenção estava no próprio print. Além de a notícia não ter um “formato jornalístico” (o título estava sem verbo e com ponto de exclamação, algo incomum nas chamadas “hard news”), o texto tinha alguns erros de português que não passariam no G1. Com base nisso, resolvemos procurar pela tal notícia. Não a encontramos nem no G1 tampouco em outros sites de notícias.

Mas então o que teria acontecido? Simples: a “notícia” foi fruto de uma modificação no código-fonte do G1 e um “print”. Já falamos de alguns casos aqui no Boatos.org em que boateiros se utilizaram da técnica para espalhar fake news por aí: teve a do Pabllo Vittar, do pombo na cerveja e até um sobre a morte de Cristiano Araújo.

Resumindo: a história que aponta que dois turistas foram assaltados enquanto voavam de parapente no Rio de Janeiro é falsa. A notícia do G1 não passa de uma montagem e o fato (por enquanto) ainda não aconteceu. Depois dessa história toda, só ficou uma dúvida no ar. O post do Serginho Mallandro foi uma “pegadinha” ou ele também caiu na fake news?

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Um comentário em “Turistas sofrem assalto no céu enquanto voavam de parapente no Rio #boato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)