Senha invertida avisa polícia em caso de assalto #boato

Boato – Uma juíza federal chamada Liliane P. Bastos teria afirmado que, em casos de sequestro-relâmpago, a vítima só precisaria digitar a senha invertida no caixa eletrônico do banco. A ação avisaria a polícia.

Esse tipo de hoax é um dos mais graves que circulam na internet. A mensagem, que pode ser lida aqui, circula na web desde 2009. Ela é assinada por uma suposta juíza federal chamada Liliane P. Bastos e dá uma dica “valiosa” para quem está sofrendo um assalto-relâmpago.

Confira o desmentido em vídeo:

O texto diz que, para a vítima avisar a polícia de uma ocorrência como essa, só é preciso digitar a senha de sua conta de maneira inversa. De acordo com o texto, isso avisaria a polícia e acionaria um mecanismo de emergência.

O impacto da mensagem foi tanto que, sabendo dos riscos, diversas entidades lançaram nota explicando que o procedimento não funciona. Em 2009, a Federação Nacional dos Bancos (Febraban) publicou em seu site que digitar a senha e avisar a polícia é “tecnicamente improvável” e uma lenda urbana. A própria Polícia Federal também tem uma publicação que desmente a história.

A Anajus, que é citada no e-mail, também lançou uma nota esclarecendo que em momento algum publicou tal dica. Ao que parece, a juíza federal Liliane P. Bastos também não existe. Pesquisando na web, não se acha nada sobre ela.

Concluindo: a história de que digitar a senha invertida no caixa eletrônico avisa a polícia não passa de uma lenda. No caso de sofrer um sequestro-relâmpago, isso nunca deve ser feito. Não se sabe do que o assaltante pode ser capaz você colocar uma senha errada no caixa eletrônico.

 Leia na íntegra o texto que fala que senha invertida avisa a polícia

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

2 comentários em “Senha invertida avisa polícia em caso de assalto #boato

  • 23/11/2017 em 09:02
    Permalink

    Olá gente os boatos poderiam Ser verídicos sim, bastava os órgãos responsáveis pela Segurança pública terem funcionários mais competentes ou mesmo que tenham vontade de ajudar nos os cidadãos vítimas dos desincacerados e do próprio governo que não tomam providências para sessar ou mesmo diminuir vários crimes que também são de responsabilidade dos bancos, que sem dúvida alguma tem como de vez blecar estes crimes e outros. Como sugestão basta inserir uma senha de pedido de socorro em todos os cartões de saques. Se vocês não sabem os bancos já a anos e anos possuem um painel de segurança estalados nas centrais das policia a famosa( COPOM) . No meu entender basta aproveitar tais tecnologia para aumentar a
    segurança da população. Tenho certeza que várias empresas se dispõem a apresentarem projeto de correção do sistema de segurança do Estado. Para que possa acontercer tem que ter vontade política e os bancos não quererem só ganhar e saírem do casulo bem como deixarem de serem os principais patrocinadores da maioria dos crimes que acontecem dentro da suas próprias agências bancárias. ( senhores políticos: diminuam o números de assessores que fazem horas- bunda e coloquem gente que realmente sejam competente e possam te ajudar.)

    Resposta
  • 02/10/2016 em 17:09
    Permalink

    Outra coisa que eu me pergunto é se CRP é de juiz, porque isso faz parte da carteira dos psicólogos

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)