Sérgio Moro escreve desabafo sobre festa do colégio Marista #boato

Boato – Juiz Sérgio Moro escreveu desabafo depois que colégio Marista organizou festa “E se nada der certo”. Ele falou sobre “tio porteiro”. 

Entre tantos virais, um chamou atenção na última semana. A divulgação de fotos de uma festa de uma escola de ensino médio do Rio Grande Sul. Em meio a muitas manifestações de revolta e uma “pequena confusão” em relação à qual entidade que havia organizado a festa, um texto chamou atenção.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:

Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99432-5485 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Sabe quem teria escrito o texto? Clarice Lispector? Não, Sérgio Moro. De acordo com o blog que publicou o texto o juiz da Lava Jato teria escrito uma carta indignado ao colégio Marista na qual ele teria falado do “tio porteiro”. Leia ao texto que circula online:

Abatido e Triste – Sergio Moro escreve desabafo comovente. Gari, Faxineira, Zelador, Porteiro, Atendente do Mc Donalds , vendedor de aluminio , pedreiro , roceiro, vendedor de chip da tim , e etc… Em uma festa a fantasia, Jovens ricos de escola particular, zombam de profissões de pobres

Sergio Moro emocionado escreve sobre seu tio porteiro como resposta Ao Colégio Marista: Como professor acadêmico que sou , vou arriscar uma reposta a vocês. Meu Tio se aposentou-se como porteiro. O mesmo que vocês têm aí na entrada do Colégio, que os pais “que deram certo” passam e nem cumprimentam.

Então, falando do meu tio meus olhos enchem de lagrimas, pois ele trabalhava feito um condenado (aliás, mesmo depois que se aposentou teve que voltar à portaria  por um tempo pra completar a renda). O que meu tio recebia de salário era uma mensalidade que as famílias “que deram certo” pagam pra vocês ensinarem essa ética (ou falta dela) aos estudantes.

Ele tinha uma Barra forte preta e com ela ia de sol a sol, chuva e frio, noite a noite, cuidar de fábricas ou de condomínios ao estilo que os alunos moram ou que os pais “que deram certo” trabalham como Diretores, Gerentes. Meu tio me contava sobre o que é você comer em pé ou no banheiro porque não tem ninguém pra substituí-lo nos intervalos. Cansou de atender pessoas na guarita enquanto mastigava um ovo frio.

Sérgio Moro escreveu desabafo sobre tio porteiro ao colégio Marista?

Não é preciso nem dizer que o texto viralizou pelos quatro cantos da internet. Mas será mesmo que a história é real? Como é de se imaginar, a resposta é não. Vamos aos fatos.

Para começar um esclarecimento. Você viu que falamos no texto sobre uma confusão sobre o colégio que organizou a festa. Pois bem: ao contrário do que muita gente imagina, a escola que organizou a festa nesta semana não foi o colégio Marista. Na realidade, a instituição é o Instituto Evangélico de Novo Hamburgo (RS). Aconteceu, de fato, uma festa similar no Marista. Mas ela foi em 2015.

Confusões à parte, no dia 5 de junho de 2017, Márcio Ruzon “escreveu uma carta aberta” ao Colégio Marista (neste caso, não cabe a gente dizer se ele quis escrever ao Marista ou ao Instituto Evangélico de Novo Hamburgo). A carta se tornou um viral no Facebook e começa com a seguinte frase: “Ao Colégio Marista: Meu pai aposentou-se como porteiro. O mesmo que vocês têm aí na entrada do Colégio, que os pais “que deram certo” passam e nem cumprimentam”.

Qualquer semelhança com o texto “de Moro” não é mera coincidência. Pelo o que apuramos, o dono do blog “pegou” o texto do Facebook, trocou “pai” por “tio” e colocou na boca de Moro. Por sinal, a página (que não vamos publicar o nome aqui) é a mesma que pegou um texto de uma propaganda da Coca Cola e disse que o juiz teria escrito (saiba mais sobre o caso aqui).

Resumindo: mais uma vez, atribuíram ao juiz Sérgio Moro um texto que não é dele. O recado ao colégio Marista foi escrito por um usuário do Facebook e não pelo juiz da Lava Jato. Crédito certo às pessoas certas.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de diversos leitores por WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

3 comentários em “Sérgio Moro escreve desabafo sobre festa do colégio Marista #boato

  • 13/06/2017 em 20:11
    Permalink

    Se é ou não do Sergio Moro, o testo tem muito valor, pois mostra o tipo de estudantes que temos hoje, inclusive em colégios renomados. O nome Sergio Moro valeu para divulgar esse ótimo testo, parabéns a que o divulgou novamente e ao seu autor Marcio Ruzon

    Resposta
  • 11/06/2017 em 05:34
    Permalink

    Boa noite!
    Eu me referi ao Colégio Marista mesmo, que, a despeito de ter realizado o evento em 2015, havia deixado as fotos no site. Só depois eu soube que a barbárie havia sido realizada também pelo IENH. Mesmo assim, obrigado por desmentirem.

    Abraços!

    Att,

    Marcio Ruzon

    Resposta
    • 07/09/2017 em 18:43
      Permalink

      Márcio, até minha própria MÃE, divulgou seu texto como do Moro. O país pegando fogo e o irmão ali em cima acha que foi bom ter passado na cabeça de alguém tirar a sua autoria, modificar e alterar tendencionando pro Moro “pra ajudar a divulgar”…

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)