Senhor morre em posto de saúde esperando ser atendido #boato

By | 09/05/2016

Boato – Foto mostra senhor morto em posto de saúde após esperar ser atendido por três horas. Culpa seria do governo e da tocha olímpica. 

Que a saúde pública do Brasil não é das melhores e nunca foi, a grande maioria da população sabe. Frequentemente, nos deparamos com alguns absurdos que podem levar pessoas até a morte em hospitais superlotados. Mesmo assim, algumas pessoas fazem questão de deixar a situação pior do que já está.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Senhor morre em fila de espera de posto de saúde, diz boato

Senhor morre em fila de espera de posto de saúde, diz boato

Circula na internet a informação de que um homem teria morrido em um hospital após esperar o atendimento por três horas. Diversas mensagens falando do caso e culpando o governo e a tocha olímpica viralizaram no Facebook. Leia algumas delas:

Senhor morre em pleno espera no posto de saúde, esperou mais de 3 horas para ser atendido.

Viva a TOCHA OLÍMPICA!!! Viva o governo!!!

Idoso morre na fila de espera num posto de saúde após ficar mais de três horas aguardando para ser atendido ! Viva a tocha olímpica !

Senhor morreu em fila de posto de saúde?

Depois que a imagem viralizou no Facebook, começaram a aparecer “diversos locais” onde o caso teria ocorrido. Algumas pessoas falaram em Bombinhas (SC). Outras em Canindé (CE). Mas será mesmo que a história é verdade? Será que aconteceu no Brasil? A primeira resposta é sim, mas a segunda é não.

A tal imagem do “homem morto” viraliza na internet desde 2014. Na realidade, o caso aconteceu na Venezuela. Naquele ano, apareceram algumas versões na internet apontando que o homem teria morrido na Colômbia. Em 2016, o Terra do México publicou uma informação falando que o caso teria ocorrido no país. Depois publicou uma errata. Só depois que a história “chegou ao Brasil”. Assista ao vídeo da reportagem original:

Resumindo: é fato que um homem morreu esperando atendimento em hospital. Porém, o caso não aconteceu no Brasil e não tem nada a ver com tocha olímpica. O caso ocorreu na Venezuela em 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *