Polícia se une ao povo em manifestação contra a reforma da Previdência #boato

Boato – Polícia é chamada para conter manifestação contra a reforma da Previdência em Brasília. Chegando lá, se une ao povo e é ovacionada. Globo e mídia escondem.

Como você já deve saber, a reforma da Previdência é “bola da vez” em se tratando de política no Brasil. Nos últimos dias, tem sido possível ver um movimento contra o projeto se fortalecendo em redes sociais. Grupos distintos, como, por exemplo, defensores da volta da ditadura e defensores do governo anterior, têm se unido nas críticas ao projeto.

Nos últimos dias, um dos textos que tem sido compartilhado tanto pela turma do “volta Dilma” como da turma do “volta FFAA” é o que dá conta que a polícia se uniu com a população contra a reforma da Previdência. Isso teria acontecido em Brasília, “na noite de ontem”. A prova seria um vídeo que circula por Facebook e WhatsApp. Leia o texto e assista ao vídeo:

Polícia é chamada para conter a manifestação em Brasília, contra a reforma da previdência, mas quando chega lá, se une a população e é ovacionada pelo povo. Isso a Globo não mostra. Se eles divulgarem o vídeo os brasileiros irão se manifestar em todo o país e a mídia malandra não poderá esconder o fato. Mídia nenhuma está noticiando o que aconteceu ontem em Brasília

Polícia se uniu ao povo em manifestação contra a reforma da Previdência?

Como falamos no início do texto, a história e o vídeo acabaram sendo compartilhados por mais de uma corrente política. Mas será mesmo que a polícia se uniu com manifestantes contra a reforma da Previdência? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Há erros em dois níveis diferentes. Vamos começar pelo mais óbvio. As imagens são reais, mas não são de um protesto contra a reforma da Previdência. Na realidade, as imagens foram gravadas no dia 17 de março de 2016. Depois de um protesto contra a então presidente Dilma Rousseff, manifestantes aplaudiram policiais que faziam a segurança da Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Essa matéria do Correio Brasiliense fala sobre o assunto.

O segundo ponto é que nem agora, nem em 2016, os policiais se uniram a manifestantes. Assim como a matéria acima aponta, eles apenas foram aplaudidos enquanto estavam a trabalho. Detalhe: no mesmo dia, eles já tinham entrado em confronto contra manifestantes.

Resumindo: nem a polícia se uniu a manifestantes contra a reforma da Previdência, nem o vídeo que circula online é relativo a um protesto contra o projeto e tampouco teve um protesto “ontem” em Brasília. Boato “três em um”.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de G. Nunes, Gerline Mendes e de diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)