Mulher abandonou 5 gatos e Sérgio Moro aplicou pena inesperada #boato

Boato – Juiz Sérgio Moro aplicou uma pena inesperada a mulher que abandonou cinco gatos em uma noite fria. Essa é uma das sentenças inusitadas dele.

Para o bem e o para o mal, o nome do juiz Sérgio Moro caiu na boca do povo. Seja elogiando ou criticando a postura dele no depoimento de Lula, o fato é que todo mundo está dando “pitaco” sobre o magistrado da Lava Jato. Em meio a tudo isso, diversos boatos têm aparecido na internet (você pode ler sete deles aqui) sobre o juiz.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Uma das histórias mais inusitadas dá conta de uma lista de sentenças que ele teria proferido “antes da fama”. Uma das decisões foi fazer uma mulher que abandonou cinco gatos passar uma noite inteira sem água, comida e frio. Leia o texto que circula online:

Mulher abandonou 5 gatos durante noite fria – juiz Sergio Moro aplica pena Inesperada – Veja sentenças inusitadas dele antes da fama

Antes de ficar famoso nas operações Lava Jato , Sergio Moro atuava como promotor no interior do Paraná. As pessoas que entravam em seu tribunal sabiam exatamente o que lhes esperavam, o juiz tinha visão diferente , uma “justiça criativa” – um método que fornece a punição inesperada aos criminosos. Seu lema estaria mais para: “olho por olho, dente por dente” de forma moderna.

Nas suas sentenças, ele dava aos culpados duas alternativas de condenação: prisão ou o seu método de punição. Sua forma única de fazer justiça éra realmente maravilhosa. Conheça algumas de suas sentenças! Sentenças criativas de Sergio Moro.

Uma mulher  foi pega abandonando 5 gatos durante noite de inverno rigoroso. A sentença: ela foi passar uma noite inteira em meados de julho sem água, sem abrigo e sem alimentos a procurando animais abandonados para proteger e ligando para serviços de proteção animal.

Um casal é pego fazendo sexo em um parque público. Consegue adivinhar qual foi a pena? Eles foram forçados a limpar o parque inteiro, eliminando todos os resíduos de preservativos que  poderiam haver naquela localidade. Para além disso, os namorados tiveram que colocar um anúncio no jornal local pedindo desculpas para todo o mundo

Mulher abandonou 5 gatos e Sérgio Moro aplicou uma pena inesperada?

A história se espalhou pela internet. Enquanto os “críticos” ao juiz compartilhavam a história para mostrar as “bizarrices” dele, os “fãs” compartilhavam para mostrar o quanto ele era “criativo”. Só há um detalhe: a história é falsa. Vamos aos fatos.

A lista de sentenças que seriam de Moro pertence, na verdade, a outro magistrado: o norte-americano Michael Cicconetti. Vamos falar das duas histórias que estão acima.

A sentença da “dona dos gatos” saiu em 2005. De acordo com esta matéria da rede norte-americana ABC, Michelle Murray teve que ficar uma noite no parque. Mas não foi só isso. Ela também pegou 14 dias de prisão, 15 de prisão domiciliar, teve que doar US$ 3.200 para a Humane Society e US$ 500 para os guardas que acharam os gatos (que acabaram morrendo). A história do casal aconteceu mais recentemente: em 2017.

Michael Cicconetti tem até uma página na Wikipedia com a lista das sentenças “criativas” dadas por ele. Muito provavelmente, o texto do boato deve ter saído de uma pesquisa por lá.

Resumindo: a história que aponta que o juiz Sérgio Moro ordenou que uma mulher passasse a noite em um parque por ter abandonado gatos é falsa. É só mais uma das muitas lendas sobre o magistrado que circulam na internet.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de Alessandro Cyrino, Jonas Rodrigues e de diversos leitores por WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no número (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)