Morar em Roraima: texto diz que estado é dominado por americanos #boato

Boato – Professora da USP faz relato sobre como é morar em Roraima após passar em um concurso público federal. No texto, diz que americanos dominaram estado.

É fato que o Brasil é um país tão grande que a vida que uma pessoa leva em uma região acaba sendo completamente diferente do cotidiano de outra pessoa de outra região. Poderíamos falar de características intrínsecas a cada estado do país, mas o nosso negócio é desmentir boatos. Então, o nosso papo de hoje é sobre Roraima.

Morar em Roraima: texto aponta que estado foi dominado por americanos, diz boato
Morar em Roraima: texto aponta que estado foi dominado por americanos, diz boato

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Região quase esquecida para quem mora no Sudeste/Sul do país (principalmente, por motivos geográficos), Roraima (que se pronuncia Roraima e não Rorãima) é tema de um texto que está viralizando no WhatsApp após a rebelião na penitenciária de Boa Vista.

Pois bem, o texto joga um monte de informações sobre a vida no estado brasileiro e é um tanto quanto genérico. Desta vez, nós vamos desmentir ponto por ponto para você (e nem a gente se perder).

1) Funcionária pública descreveu como é morar em Roraima?

O primeiro ponto está na autoria do texto. Assim como muitas mensagens que circulam na internet, ele está sendo atribuído à pessoa errada. Quando começamos as nossas pesquisas sobre o assunto, descobrimos que o texto circula há muito tempo. E que Mara Silvia Alexandre Costa, do Departamento de Biologia da FMRP/USP não foi a autora do texto. À época, ela desmentiu a informação. De quebra, deu crédito ao Quatro Cantos, site que desmente boatos. Leia:

“Gostaria de informar que se você está tentando me localizar para saber da veracidade do e-mail que fala sobre Roraima, posso lhe afirmar que tal e-mail não é de minha autoria, NUNCA ESTIVE EM RORAIMA. Assim como voce recebeu este e-mail, eu recebi, repassei e por algum motivo ficou com a minha assinatura eletronica. Caso tenha interesse, existe um site que trabalha por desvendar estas notícias que correm na internet, e eles já trabalharam com esta mensagem. Por favor acesse: www.quatrocantos/lendas/145_roraima.htm”

Ou seja, o texto, apesar da assinatura, tem (até o momento) autoria indefinida. Antes de desmentir ponto a ponto do artigo, devemos falar que ele reflete uma opinião. E claro que opinião (principalmente de alguém que diz ter uma primeira impressão de um local) não deve ser tomada como verdade absoluta. Agora sim, vamos ao texto:

Proporção de Roraima é 10 não-nativos para um nativo?

Conversei com algumas pessoas nesses três dias, desde engenheiros até pessoas com um mínimo de instrução. Para começar, o mais difícil de encontrar por aqui é roraimense. Pra falar a verdade, acho que a proporção de um roraimense para cada 10 pessoas é bem razoável, tem gaúcho, carioca, cearense, amazonense,piauiense, maranhense e por aí vai. Portanto, falta uma identidade com a terra.

É fato que o estado teve muita migração interna. Mas falar da proporção 10 para 1 é, no mínimo, um exagero. De acordo com informações do IBGE, 45,4% da população é de fora do estado. Talvez, a pessoa que escreveu o texto (seja lá quem for) tenha conversado só com não-nativos.

Em Roraima, você é funcionário ou recebe do governo. Não têm indústrias

Aqui não existem muitos meios de sobrevivência, ou a pessoa é funcionária pública, (e aqui quase todo mundo é, pois em Boa Vista se concentram todos os órgãos federais e estaduais de Roraima, além da prefeitura é claro) ou a pessoa trabalha no comércio local ou recebe ajuda de Programas do governo.

Não existe indústria de qualquer tipo. Pouco mais de 70% do território roraimense é demarcado como reserva indígena, portanto restam apenas 30%,descontando- se os rios e as terras improdutivas que são muitas, para se cultivar a terra ou para a localização das próprias cidades.

A pessoa, novamente, exagerou nas tintas. É fato que a cidade de Boa Vista tem muitos centros comerciais. Porém, há também a atividade agropecuária no estado e, sim, há indústrias. E não, não é 70% da terra que é demarcada. Há quantidade correta é 46,20%. De uma área de 22,4 mi de hectares, 10,3 mi são demarcados.

Só tem uma rodovia e americanos dominaram Roraima

Na única rodovia que existe em direção ao Brasil (liga Boa Vista a Manaus, cerca de 800 km ) existe um trecho de aproximadamente 200 km reserva indígena (Waimiri Atroari) por onde você só passa entre 6:00 da manhã e 6:00 da tarde, nas outras 12 horas a rodovia é fechada pelos índios(com autorização da FUNAI e dos americanos) para que os mesmos não sejam incomodados…

Outro detalhe: americanos entram à hora que quiserem. Se você não tem uma autorização da FUNAI mas tem dos americanos então você pode entrar. A maioria dos índios fala a língua nativa além do inglês ou francês, mas a maioria não sabe falar português. Dizem que é comum na entrada de algumas reservas encontrarem- se hasteadas bandeiras americanas ou inglesas.

o há apenas uma rodovia federal em Roraima. É fato que há uma rodovia que passa por bloqueios. Também não há relatos (além do texto citado) de que a terra seja dominada por estrangeiros.

Estrangeiros têm livre acesso à Roraima

É comum se encontrar por aqui americano tipo*nerd*com cara de quem não quer nada, que veio caçar borboleta e joaninha e catalogá-las, mas no final das contas, pasme, se você quiser montar uma empresa para exportar plantas e frutas típicas como cupuaçu, açaí, camu-camu etc., medicinais ou componentes naturais para fabricação de remédios, pode se preparar para pagar ‘*royalties*’ para empresas japonesas e americanas que já patentearam a maioria dos produtos típicos da Amazônia…

Nenhuma bagagem de estrangeiro é fiscalizada, principalmente se for americano, europeu ou japonês, (isso pode causar um incidente diplomático). Dizem que tem muito colombiano traficante virando venezuelano, pois na Venezuela é muito fácil comprar a cidadania venezuelana por cerca de 200 dólares.

Mais uma vez, exagero. Como unidade da federação, Roraima segue as mesmas regras do resto do país. Ou seja, se um estrangeiro pode pisar em São Paulo, pode pisar em Roraima. Os estrangeiros não têm trânsito livre no estado. Tanto que a questão da migração venezuelana têm se tornado um problema no estado.

Essa parte do boato já causou dores de cabeça a estrangeiros. Em 2011, esse site relatou que duas acadêmicas da USP tiveram problemas, já que todos os nativos acharam que ela “roubariam a Amazônia”. Só para terminar, olha o que a mensagem fala:

Gostaria que você que recebeu este e-mail, o repasse para o maior número possível de pessoas. Do meu ponto de vista seria interessante que o país inteiro ficasse sabendo desta situação através dos telejornais antes que isso venha a acontecer.

Assim como a maioria dos textos falsos que circulam online, ele pede o compartilhamento. Ou seja, tem a característica mágica de um boato online. Resumindo: não só o texto que fala como é viver em Roraima não foi escrito por uma professora como também ele é recheado de estereótipos e exageros. Não compartilhe o texto. Compartilhe a verdade.

Nota do autor: nunca, infelizmente, pisei em Roraima e não posso dar a minha opinião pessoal sobre como é viver no estado. Porém, é fato que muitas pessoas devem ter opiniões bem menos pessimistas sobre o cotidiano local do que o descrito no texto. Vale apontar que, muitas vezes, são nossas atitudes que tornam um local bom ou ruim para se viver.

Ps.: Esse artigo foi uma sugestão de Hildegard Abt, Kathia Gloria, J. Coelho e diversos leitores no WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema aos Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.  

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

32 comentários em “Morar em Roraima: texto diz que estado é dominado por americanos #boato

  • 21/01/2017 em 11:48
    Permalink

    O bom mesmo é confirmar ¨ in loco ¨ organizar um grupo e passar alguns dias na área e confirmar informações sérias diretamente com moradores , tirar fotos gravar vídeos , pois no Brasil é notória a prática de transformar em boatos, fatos que são verdadeiros e graves, mas que são de interesse de uma minoria corrupta, que não hesitariam em vender a pátria apenas para auferir alguns dólares .
    E tem mais, se é pra americano, ingleses e japoneses, virem aqui e simplesmente pegarem o que bem quiserem e sair , por que nós mesmos não o fizemos , pois somos donos de direito , falta-nos sermos de fato, apenas .
    Essa é minha opinião até por que nada contradiz um fato , e se tiver alguém que concorde em formar esse grupo, estou à disposição, ( [email protected])

    Resposta
  • 20/01/2017 em 18:22
    Permalink

    Como alguns amigos aqui, tambem nao estou convencido de que esse “artigo” seja falso. Os esclarecimentos fornecido por este site – Boatos.org – sao muito superficiais. Seria muito interessante e corajosa uma investigacao mais profunda sobre o assunto.
    Pois bem, sou brasileiro e nunca visitei nenhum estado do norte em meus quase 35 anos de vida, acho que encontrei um bom motivo pra conhecer meu pais um pouco melhor…

    Obs.: desculpe a falta de acentos!!!

    Resposta
  • 16/01/2017 em 11:50
    Permalink

    Gostaria de saber se a considerações feitas, pelo boatos, se dar por análise in loco, ou se trata de teoria? Quando o jornal diz por exemplo que as regras para estrangeiros são iguais, constitucionalmente é sabido, mas quanto a realidade inconstitucional e corrupta que imprigina está pátria amada? E as contestações e feitas pelo boatos, e conhecendo a realidade do nosso país acredito que não são lendas, tampouco exageros descritos neste texto. Na teoria do é lindo, como dizia minha vó “não se pode tapar o sol com uma peneira”.

    Resposta
  • 15/01/2017 em 18:30
    Permalink

    Assistam este vídeo do YouTube e reflitam se não existem outros interesses além dos que foram citados acima:
    https://youtu.be/JQLdYwK1YFQ
    Este vídeo fala sobre o minério NIÓBIO que em nenhum momento foi citado e que o Dr.Enéas Carneiro já falava sobre seu ROUBO por países estrangeiros, principalmente na área deste Estado Roraima.

    Resposta
    • 16/01/2017 em 18:03
      Permalink

      O vídeo que você postou não está disponível.

      Resposta
  • 15/01/2017 em 13:32
    Permalink

    Sendo verdade ou não, sou brasileiro e vou divulgar. A prof. Pode estar sendo ameassada, interesses maiores podem estar envolvidos. A imagem do Brasil no exterior e com nossos políticos ruins e corruptos abrem brechas para o biotráfico ou outros tipos de exploração ilícitas. Pode chamar de lenda ou “teorias da conspiração ” mas devemos ficar atentos. Sou professor e instruir é nossa obrigação tbm.

    Resposta
    • 17/01/2017 em 18:40
      Permalink

      Professor. Seus alunos correm perigo quando tem um professor que escreve ameaçada com dois esses….

      Resposta
  • 15/01/2017 em 03:39
    Permalink

    So bobagem . Nem sei pq parei pra ler esse besteirol.e ainda por cima escrever.

    Resposta
  • 15/01/2017 em 01:22
    Permalink

    Quando será que que verei meu comentário publicado?

    Resposta
  • 14/01/2017 em 14:26
    Permalink

    Aguardo a moderação do meu comentário.

    Resposta
  • 14/01/2017 em 14:07
    Permalink

    Já li este texto outra ocasião.Na mesma época saiu uma reportagem no jornal O Dia aqui do Rio de Janeiro a qual relatava o relatei o seguinte fato: uma patrulha do exército brasileiro foi impedida de entrar em determinada área dá região norte, da qual não lembro o nome, mas a área era protegida por homens estrangeiros armados.Teve que voltar ao comando em busca de autorização para fazer a tal patrulha.E pasmem… Foi negada!Indico ao site que boatos.org que busque essa informação junto ao referido jornal e a publique para que as pessoas tenham mais uma fonte para formular suas opiniões sobre o assunto. O período dá publicação fica em torno de 2005 a 2009.Fica a dica.

    Resposta
  • 14/01/2017 em 10:34
    Permalink

    Também recebi a mensagem e compartilhei sim, já faz muitos anos que sabemos que os americanos estão de olho no Brasil, eles querem o que nós temos de melhor, que são o território, a matéria prima, dominar os índios, o petróleo. E sendo o Brasil tão extenso em seu território, os políticos legislando em causa própria, infelizmente estabelece um cenário onde tudo pode acontecer. Precisamos ficar mais atentos com as coisas ocultas que estão ocorrendo em nosso país, e não cruzar os braços e nem ficar calados.

    Resposta
  • 13/01/2017 em 17:51
    Permalink

    O texto da Ingrid é o mais profundo e esclarecedor.

    Resposta
    • 15/01/2017 em 11:03
      Permalink

      Muito interessante e assustador é esse texto. Também impressionante é o fato de a grande mídia nacional não esmiuçar informações tão graves sob o ponto de vista da nossa soberania. É fato de que os nossos próprios “representantes” e funcionários de altos escalões pouco estão se lixando para o que significa Pátria, mas uma ação investigativa por parte da imprensa seria de fundamental importância para a grande maioria de nós brasileiros.

      Resposta
  • 13/01/2017 em 02:56
    Permalink

    Não quero defender a veracidade do texto mas esse artigo que pretende desmentí-lo, deixa muito a desejar, por vários motivos, um deles, o principal, é que o próprio autor escreve que ele nunca pisou em Roraima. Depois segue dizendo que se trata de opiniões, boas ou ruins, impressões que as pessoas podem ter dos lugares…Ora, não é uma questão de opiniões, o texto – se fosse verdadeiro – trata de denúncias gravissimas – e possíveis, em se tratando de Brasil, portanto ou é verdadeiro ou é inventado, não é uma questão de opinião.
    O autor do desmentido nos dá a impressão, à parte algumas pontuações corretas sobre dados, de querer “defender” Roraima. Em vez disso, seria muito interessante uma investigação mais profunda, com fontes confiáveis, sobre os temas colocados no texto “falso”. Conhecendo o Brasil, sabemos que coisas do tipo e outras ainda piores acontecem no nosso país.

    Resposta
  • 13/01/2017 em 02:17
    Permalink

    Roraima é um belo estado, com grande potencial turístico quase inexplorado. No entanto, alguns migrantes com grandes ambições de estabelecer agricultura (arroz) e pecuária extensiva querem seguir o mesmo modelo de desenvolvimento escroto do resto do país, onde poucos enriquecem com a exploração da maioria sem respeitar limites como reservas indígenas, áreas de preservação e nascentes. Os incomodados com as grandes áreas de terras indígenas no fundo desejam expulsar os índios (parecido com o que foi feito na construção da própria BR 174, pesquise quantos índios foram mortos durante essa obra), daí explorar essa “enorme quantidade de ouro” (vamos ver quantos empregos vão ser gerados) e assim assistiremos o mesmo velho e repetitivo espetáculo do desenvolvimento: poluição, destruição, prostituição, crescimento da marginalidade e violência, estabelecimento de periferias sem condições mínimas de saúde, educação e segurança. Sou amazonense, já estive em várias capitais brasileiras e a única onde posso passear em paz e sem medo com minha família até agora é Boa Vista. Talvez hoje isso não tenha mais valor para alguns brasileiros, só o lucro imediato sem ligar para as consequências. Então ficam inventando esses boatos de gringos tomando a Amazônia como se isso fosse o fim do mundo, pra forçar a diminuição das reservas e áreas de preservação. Na minha opinião, o maior destruidor e saqueador da Amazônia é o próprio brasileiro, esse sim é uma ameça real e efetiva.

    Resposta
  • 12/01/2017 em 23:50
    Permalink

    Sou funcionário público tive o privilégio de morar em Boa Vista por três anos nossa prefeita Zurita sempre fazendo o melhor por nossa cidade, digo nossa porque me falta quatro anos para aposentar e com certeza voltarei.

    Resposta
  • 12/01/2017 em 20:11
    Permalink

    Há muitas coisas que acontecem não só em Roraima, mas,na Amazônia como um todo, e seria bom que a população se informasse mais sobre o que acontece no lugar em que mora, pois a falta de informação e interesse das pessoas, trazem consequências graves e que poderiam ser evitadas! Todos sabem, tudo o que acontece, sempre envolve questões políticas por trás! Fiquem atentos, sobre o que acontece em sua região!!

    Resposta
  • 12/01/2017 em 19:27
    Permalink

    Amei… acabei de receber esse texto por mensagem via Whatsapp e vim aqui verificar… obrigadaaaaa

    Resposta
  • 12/01/2017 em 17:22
    Permalink

    Nao sabia q era falso. por isso compartilhei. mas sei q estrangeiros roubam a amazonia. so nao tenho como provar.

    Resposta
  • 12/01/2017 em 16:30
    Permalink

    O texto pode não ser de autoria dessa dita mulher, mas não quer dz que ele é totalmente falso!
    O fato é que os estrangeiros(gringos) entram e saem a hora que eles querem nas terras indígenas e isso é no mínimo estranho!

    Resposta
  • 12/01/2017 em 14:30
    Permalink

    Anexei também no mesmo whatsapp um vídeo mostrando um cliente abrindo uma embalagem de um tender bolinha da SEARA e encontrou pedaços de sacos plásticos e etiquetas no produto.
    Isto é fato mesmo ou concorrência desleal?, já que não houve desmentido da SEARA?

    Resposta
    • 13/01/2017 em 11:35
      Permalink

      Oi meu amigo, eles devem estarem rindo pensando q desmentiram o fato. O nosso pais eh um covil de ladroes e o mundo ta se aproveitando disso. Leis p barra los ? Nao temos. E agora?

      Resposta
  • 12/01/2017 em 14:25
    Permalink

    Já deixei uma comentário via whatsapp do meu celular e está aguardando moderação.

    Resposta
  • 12/01/2017 em 13:36
    Permalink

    Boatos como sabemos sempre existiu e existirá.
    Mas também é fato também que os americanos sempre se preocuparam/am com a região amazônica. que denominam como o pulmão do mundo. Acredito que não seria dificil eles se infiltrarem com objetivos ecológicos se apossando paulatinamente de parte de nosso território.

    Resposta
    • 14/01/2017 em 12:27
      Permalink

      Já está tudo infiltrado, mas não são americanos não. Na amazônia são os comunistas cubanos e as FARCs das drogas. No litoral os europeus comprando as melhores áreas perto das praias. No centro-oeste, os comunistas chineses comprando terras agricultáveis por atacado. E em Brasilia, os ladrões que colocamos lá, e que fecham os olhos para isso. A culpa é nossa mesmo.

      Resposta
  • 12/01/2017 em 06:09
    Permalink

    Tão falho quanto o que se afirma como boato é o próprio texto que tenta desacreditar o boato, por sua superficialidade. O fato foi nome do autor não ser confirmado não tira o mérito da informação. Fico com a primeira informação confirmada a mim, particularmente, por uma ex-Autoridade daquele Estado.

    Resposta
    • 13/01/2017 em 10:33
      Permalink

      Bom dia Joel.
      Recebi hoje pelo whatsapp o texto sobre Roraima, que consta como autora “Mara Silvia Alexandre Costa” e agora eu e muitos amigos ficamos na dúvida: verdade ou mentira? Será que as autoridades não estão tentando esconder para serem beneficiados (R$ , US$) ?, Será que a mesma não foi ameaçada por isso nega o fato?
      Vendo um comentário seu fiquei curiosa. Entendi que você procurou informação através de ex-autoridade, e acredita no primeiro texto ( o qual é ralatado tudo de ruim que se passa em Roraima como principalmente, instalação de estrangeiros para futuramente possuirem a Amazonia, e por aí a fora…)
      Entendi correto?
      Porque se é assim vou começar compartilhar.
      Obrigada

      Resposta
    • 13/01/2017 em 10:34
      Permalink

      Bom dia Joel.
      Recebi hoje pelo whatsapp o texto sobre Roraima, que consta como autora “Mara Silvia Alexandre Costa” e agora eu e muitos amigos ficamos na dúvida: verdade ou mentira? Será que as autoridades não estão tentando esconder para serem beneficiados (R$ , US$) ?, Será que a mesma não foi ameaçada por isso nega o fato?
      Vendo um comentário seu fiquei curiosa. Entendi que você procurou informação através de ex-autoridade, e acredita no primeiro texto ( o qual é ralatado tudo de ruim que se passa em Roraima como principalmente, instalação de estrangeiros para futuramente possuirem a Amazonia, e por aí a fora…)
      Entendi correto?
      Porque se é assim vou começar compartilhar.
      Obrigada

      Resposta
  • 11/01/2017 em 21:45
    Permalink

    Repassei para varias pessoas porque já havia conhecidos esses assuntos por anos atrás. .Sempre preocupada pois não confio mais nos políticos brasileiros. Decepcionada com meus 67 anos
    Tenho minhas dúvidas que não seja isso possível pelas quantidades de absurdos que tenho presenciado

    Resposta
    • 12/01/2017 em 16:18
      Permalink

      Bom ter pessoas que possam esclarecer essas enchentes de mensagens que recebemos todos os dias pelo whats, deixando nos confusos sem saber o que é real de fato e o que é falso! Parabéns pelo trabalho.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)