Mulher está abandonada no Hospital Souza Aguiar #boato

By | 19/05/2016

Boato – Senhora abandonada no Souza Aguiar não lembra quem é e precisa da colaboração de todos para encontrar a família.

As correntes na internet se espalham em velocidade impressionante. Muito mais rápidas que o tal ‘boca a boca’, uma foto, um status, uma mensagem terminada em ‘compartilhem’ e de repente temos um assunto circulando todo o país. Com as mensagens instantâneas e os grupos de WhatsApp a coisa vai mais longe ainda, chega para muita gente e de uma só vez.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

E mais, tem sempre uma ‘boa intenção’ envolvida. É aí que mora o perigo de tudo. Lembremos (sempre) que foi graças a correntes com boas intenções que uma mulher foi assassinada no Guarujá e outra foi escrachada por supostamente sequestrar crianças.

Corrente falsa diz que idosa está no hospital Souza Aguiar

Corrente falsa diz que idosa está no hospital Souza Aguiar

Estrelando a corrente da qual falaremos nesse texto, uma idosa, abandonada no hospital Souza Aguiar sem saber quem é sua família. A imagem da senhora está mobilizando muitas boas almas e sendo massivamente compartilhada no Facebook. Com a foto, a seguinte legenda:

‘Tá abandonada no Souza Aguiar sem saber quem é. Mande para os amigos para saber se alguém conhece’.

Mulher está no Souza Aguiar perdida?

Todos se compadecem, certo? Errado. Não se compadecer, mas fazê-lo por uma causa falsa. A história de que a senhora não se lembra da família e precisa ser recuperada pela família é falsa, além de tudo é antiga. Apesar de repostada na internet esta semana, a imagem circula na web desde 2014 e já foi desmentida naquele ano.

O Diário do Nordeste em novembro de 2014 esclareceu que a senhora desmemoriada não estava internada na Santa Casa de Fortaleza, como se dava a entender. O mesmo aconteceu com o Extra, que esclareceu uma semana depois que a mesma idosa não estava internada no Hospital Municipal Souza Aguiar, do Rio de Janeiro, e que a foto pertencia a Enenísia Rosa Reis, moradora de Anápolis (GO).

Dona Enenísia foi de fato internada em Anápolis por causa de uma lesão no pé e recebeu alta dias depois. Ela, inclusive, sabia exatamente quem era sua família, apesar de ter sido levada ao hospital pelos vizinhos.

A foto da senhora não só foi repassada de forma equivocada, como rodou dois estados diferentes – Rio de Janeiro e Ceará. Correntes falsas geralmente seguem esse padrão, aparecem em diferentes lugares com informações pontuais alteradas. Quem lembra a história da ponte rachada?

Recaptulando, dona Enenísia não está sem memória e abandonada em um hospital. A foto dela tem sido utilizada irresponsavelmente há pelo menos dois anos. Toda essa comoção tem sido feita por um #boato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *