Idosa é presa por não pagar pensão e é estuprada na cadeia #boato

By | 03/06/2016

Boato – Idosa é presa em Teodoro Sampaio, Bahia, por não pagar a pensão do neto e é estuprada por detentas da prisão.

A gente acha que já leu de tudo na internet, mas isso é pura ilusão. A cada dia que passa mais e mais casos absurdos aparecem, sendo eles verdadeiros ou não. O problema está quando os que são falsos são compartilhados mesmo assim, espalhando aquela sensação péssima que notícias ruins causam.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Boato diz que idosa foi presa por não pagar pensão e estuprada na cadeia

Boato diz que idosa foi presa por não pagar pensão e estuprada na cadeia (foto: Brand Ward)

E aí, como se não bastasse sermos bombardeados com informações desanimadoras – e reais – ficamos sabendo de situações desanimadoras – e falsas. É o caso deste desmentido, sobre a notícia de uma senhora de 82 anos presa na Bahia por não pagar a pensão do neto, e que acabou sendo estuprada na cadeia. Confira a matéria:

‘A irresponsabilidade de um filho fez esta senhora de 82 passar pelo maior constrangimento da vida. Foi presa por 6 dias e violentada sexualmente na cadeia. Revoltante este absurdo.

Uma idosa de 82 anos foi presa no município de Teodoro Sampaio, no centro-norte da Bahia, após o filho deixar de pagar a pensão alimentícia do filho dele. A informação foi divulgada nesta terça-feira (19) pela delegacia de Polícia Civil da Cidade. O marido da idosa também teve o mandado de prisão expedido pela Justiça, mas segundo a polícia, o homem faleceu há dois meses.

[…]

Na Delegacia a senhora de 82 anos foi violentada sexualmente por detentas que aplicam este “castigo” em pessoas que cometem crimes contra a família, especialmente contra menores. Deixar uma criança sem pagamento de pensão é falta grave no código moral das detentas. Segundo Analice Tesourão, detenta da unidade, “deixar um  menor passar fome é muita sacanagem. Chega aqui a gente apavora mesmo. Passa na mão da geral pra aprender a ser mulher”.

 Depois de 6 dias na cadeia a dívida foi honrada graças a uma rifa realizada pelos membros da paróquia da Sagrada Família que venderam 300 bilhetes por R$ 10 aos moradores de Teodoro Sampaio, e assim arrecadaram R$ 3.000,00 rifando uma TV LCD de 32 polegadas que havia custado R$ 970,00. A pensão devida possui o valor de R$ 300 e estava a 6 meses atrasada. Caso volte a atrasar o pagamento a senhora deve voltar para as grades.

A nova lei de pensão alimentícia, que começou a valer em março deste ano, é mais rigorosa para quem atrasa o pagamento da pensão para os filhos. […]

Os avós podem ser responsabilizados pela dívida, mas somente quando os pais da criança não têm condições de arcar com a pensão.

Para quem não se atentou às informações dos primeiros parágrafos, reafirmamos – essa história não é completamente verdadeira. Como acontece com a grande maioria dos boatos compartilhados na web, trata-se de uma junção de acontecimentos reais com mais um monte de baboseira. Na proporção, 99% não presta, 1% faz sentido.

Na realidade, uma idosa de 82 anos foi de fato presa no município baiano América Dourada, não em Teodoro Sampaio. Além disso, a senhora ficou presa por dois dias e não durante seis, como se afirma no texto. Pior, essas informações foram copiadas descaradamente de uma matéria publicada no G1 em 19 de abril.

A parte do estupro é totalmente inventada, o que mostra uma espécie de mal gosto de alto nível para inventar histórias. Ainda que esse absurdo ocorra de fato com mulheres idosas, vide o triste caso do estupro da senhora de 80 anos, violentada em morta em São Gonçalo, no Rio de Janeiro.

Ah, na versão original da matéria falsa, há um link que supostamente levaria ao depoimento da presa ‘Analice Tesourão’, que só leva a um vídeo aleatório do Youtube. A foto que estampa a matéria é de Jill, uma moradora de rua de São Francisco (EUA), retirada dessa matéria do SFGate de 2004.  No texto do caso verdadeiro não há imagens da senhora presa, como era de se esperar.

Resumindo, uma mulher de 82 anos foi presa por não pagar pensão na Bahia, mas não foi estuprada. Como dito antes, a internet já nos apresenta muitas notícias ruins, não compartilhar situações falsas ajuda a melhorar as coisas, ainda que minimamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *