Edital do MEC prevê distribuição de 500 mil vibradores em escolas #boato

Boato – Diário Oficial da União publicou edital do MEC que prevê a compra de 500 mil vibradores. Eles terão distribuição gratuita em escolas.

Em meio a tantos debates que a nossa polarizada internet armazena, a educação nas escolas é um dos mais quentes. Enquanto uns defendem que “se debata tudo”, outros falam da “pornografia que está sendo ensinada às nossas crianças”. No meio de tudo isso, boatos aparecem.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Para botar mais “lenha na fogueira”, circula na internet um texto que aponta que o MEC teria aprovado a compra de 500 mil vibradores de borracha para serem utilizados nas escolas. De acordo com o texto, a intenção é incluir os vibradores como material escolar. Leia o texto que circula online:

Edital Mec – Distribuição gratuita de 500 mil vibradores de Borracha nas Escolas. BRASÍLIA – O Diário Oficial da União publicou um inusitado edital de licitação do Ministério da Educação, por meio do qual pretende adquirir diversos tipos de p… artificiais.

Segundo o informativo, o MEC dará início ao certame, na modalidade, concorrência, para realizar a compra de 500 mil pênis de borracha – vibradores de até 22 centímetros , cujo orçamento totaliza duzentos e oitenta e quatro mil reais e quatro centavos. No edital, empresas interessadas poderão encaminhar propostas à comissão de licitação até o dia 15 do próximo mês, e vence quem apresentar a melhor proposta nos quesitos qualidade-eficiência-prazer-preço.

Especialistas avaliam que a destinação dos produtos seja para compor um kit junto com livros e CDs de video, onde estudantes tímidos, possam ser ter um melhor entendimento sobre sua sexualidade o assunto estudando de forma mais pratica fora da escola, numa especie de dever de casa

Distribuição gratuita de 500 mil vibradores em escolas é previsto em edital do MEC?

Além do texto em si, um print com a suposta imagem do Diário Oficial com “vibradores” começou a circular por WhatsApp e Facebook. No Facebook, achamos alguns comentários como “para quem achava que não ia piorar”, “meu Deus, onde vamos parar” e “alguém me diz que não é verdade”. Pronto: aqui estamos para dizer que não é verdade. Vamos aos fatos.

Não precisaria ser um gênio para descobrir que a história é falsa. A primeira coisa que fizemos foi ler o texto com atenção. Os nomes dos “especialistas” como “Dênis Bráulio da Silva” e entidades como a “GBT” não existem. Além disso, o “edital do MEC” descrito prevê o pagamento de 57 centavos por vibrador (284 mil/500 mil). Muito pouco, ainda mais para editais públicos.

A segunda coisa que fizemos foi checar se havia algo do tipo no Diário Oficial da União ou mesmo em algum veículo sério da imprensa. É claro que não encontramos nenhum registro de edital, licitação ou distribuição de vibradores nas escolas nem no DOU e nem na imprensa.

Para terminar, verificamos a fonte da informação. Trata-se de um site que só publica informações falsas ou textos que misturam farsas e realidade. Aqui no Boatos.org já desmentimos uma dúzia de artigos vindos de lá (como o flagra de Moro após julgar Lula) que enganaram as pessoas na internet.

Resumindo: a história que fala da distribuição gratuita de 500 mil vibradores nas escolas brasileiras é falsa. O MEC não lançou edital algum e toda história foi inventada por um site de notícias falsas que engana incautos por aí.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de Sirley Gonçalves de Menezes, Lana Machado, Diego RLS, Viviane Barbosa e de diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

2 comentários em “Edital do MEC prevê distribuição de 500 mil vibradores em escolas #boato

  • 09/08/2017 em 20:48
    Permalink

    A pessoa responsável deve ter muito tempo na ociosidade para ficar inventando mentiras.

    Resposta
  • 09/08/2017 em 18:07
    Permalink

    Parabéns pelo excelente trabalho!!

    Direita ou Esquerda, não importa, as pessoas sempre compartilham as coisas como se houvesse um pressuposto de que, estando na net, é verdade.

    O pior é repassar sem averiguar fontes e veracidade.

    Sucesso, Boatos!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)