Direitos humanos pedem soltura de adolescentes após tortura em GO #boato

By | 07/10/2016

Boato – Após caso de espancamento de adolescente de 14 anos em Trindade (GO), direitos humanos pediram liberdade para acusadas de tortura.

Nos últimos dias, um caso chocou até mesmo os menos sensíveis. Após atraírem uma “amiga” de 14 anos para uma casa, quatro adolescentes começaram uma sessão de tortura que durou cerca de quatro horas. Pior, tudo foi filmado e publicado na internet (nota do editor: pense mil vezes antes de sair procurando o vídeo. Não vale a pena ver e nem vamos publicar nada). A menina só sobreviveu porque conseguiu fugir.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Direitos humanos pediram liberdade para adolescentes acusadas de tortura em Goiás, diz boato

Direitos humanos pediram liberdade para adolescentes acusadas de tortura em Goiás, diz boato

Após o brutal caso, cometido por jovens de 13 a 16 anos por causa de ciúmes, surgiu uma informação na internet que só ajuda no aumento da revolta com o caso. De acordo com texto publicado em blogs, os “direitos humanos” teriam pedido a soltura para as acusadas do crime. Leia:

Direitos humanos pedem soltura de adolescentes que agrediram jovem

Uma revolta na internet está sendo gerada após a iniciativa de membros dos Direito Humanos pedirem a soltura das jovens envolvidas no espancamento e tortura de uma outra adolescente que foi obrigada cavar sua própria sepultura.

Os Direitos Humanos agora entraram com pedido de liberdade das garotam que aparecem no vídeo espancando a menor, com a alegação de quem as adolescentes são como crianças e não respondem por seus atos.

Direitos humanos pediram soltura de adolescentes após tortura em GO?

De toda a história do Boatos.org, esse é um dos boatos que mais dá nó estômago de desmentir. Ele “colabora” com as pessoas que não souberam do caso, descubram o que aconteceu e, consequentemente, deem um clique a mais para o vídeo. Dito isso, vamos aos fatos.

Apesar da história “dos direitos humanos” ter sido tão ou mais compartilhada do que o próprio caso, ela não tem nada a ver. Para começar, o texto é tão genérico que não cita “que direitos humanos” pediram. É uma OnG? É um ativista? Que eu saiba, “direitos humanos” não pedem nada.

Já que nem o título, nem o texto explicaram do que se tratava, resolvemos procurar alguma manifestação em relação ao caso. Como era de se esperar, não encontramos nada. De acordo com informações da Polícia Civil de Goiás, as adolescentes foram apreendidas e encaminhadas aos centros de internação social de Goiânia e Formosa.

Elas devem permanecer nas unidades por até 45 dias, prazo para que a Justiça defina se elas devem ou não permanecer internadas. Em meio a tudo isso, não há nenhuma manifestação de pedido de soltura. O que será feito é o que a lei determina.

Mas então… de onde surgiu esta informação? De acordo com as nossas pesquisas, a notícia surgiu no site “Brasil Verde e Amarelo”. A página nada mais é do que uma máquina de boatos reacionários. Eles sobrevivem basicamente de cliques e compartilhamentos gerados por pessoas com muito ódio e pouca vontade de saber a verdade. Para além do blog citado e outras páginas similares, nada foi publicado em sites noticiosos.

Resumindo: nem os “direitos humanos”, nem ativistas e nem OnGs. Ninguém pediu a soltura das acusadas da agressão. As adolescentes ficarão pelo menos 45 dias presas (se é suficiente ou não, é você que vai dizer. Mas reflita). Se alguém ficou revoltado na internet com os “direitos humanos”, foi depois de ler o boato.

2 thoughts on “Direitos humanos pedem soltura de adolescentes após tortura em GO #boato

  1. Palex

    Pesquisei no “Who is ” quem é o proprietário do “brasil verde amarelo ” e eles contrataram uma empresa de ip’s de fachada americana. Ou seja, não se sabe quem está por trás dos conteúdos sem uma ação judicial para obrigar a revelar os responsáveis. De outro lado, eles divulgam parcerias com a Folha.

    Reply
  2. ANA Andrade

    Eu sempre pesquiso as coisas que eu acho que seria um absurdo antes de repassar,mas tem pessoas que mesmo desmentindo os fatos ela prefere a mentira e sai compartilhando absurdos,que até podem causar mortes.sempre lembro da mulher que foi espancada até a morte por ter sido confundida por outra de um retrato falado!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *