Dilma manda soltar 34 mil presas no Dia das Mães #boato

By | 06/05/2016

Boato – Dias antes de deixar a presidência, Dilma assina indulto de Dia das Mães e libera 34 mil presas.

O Senado continua debatendo o processo de impeachment da presidente Dilma já aprovado na Câmara dos Deputados em 17 de abril. Espera-se que a presidente deixe de fato o cargo na próxima semana, já que os números previamente apurados indicam que a maioria dos senadores é a favor da continuidade do processo.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Dilma será afastada em dez dias, dias boato

Segundo boato, Dilma mandou soltar 34 mil presas para o Dia das Mães

Segundo uma notícia que está viralizando na internet, a “derrotada” Dilma se nega a deixar seu cargo sem fazer alguns “estragos”. O texto aponta que a presidente está “maluca” e decidiu dar um indulto inédito de Dia das Mães às presas brasileiras. Confira no texto:

A ideia é deixar as criminosas mais perigosas do país soltas nas ruas para aumentar os distúrbios e provocar um caos institucional

Prestes a deixar o poder, os desvarios de Dilma não param!

Uma informação publicada na coluna de Lauro Jardim [o Globo] afirma que “ Dilma planeja, no próximo domingo, dar um indulto inédito de Dia das Mães para as presas de todo o Brasil. O país tem hoje cerca de 34 mil presas”.

Entre a população carcerária feminina  existem mulheres de altíssima periculosidade, incluindo milhares de homicidas, assaltantes e traficantes.

Alguém tem que colocar Dilma numa camisa de força, urgentemente!

Pois é, fujam para as colinas porque a mulher surtou! Ou não, leiam esse texto com a atenção e descubram que tudo isso não passa de mais uma men-ti-ra.

A notícia de que Dilma daria um indulto de Dia das Mães sem precedentes para a população carcerária feminina começou com uma informação postada no site O Globo. Da forma que é contada, a nota dá a entender que a presidente concederá o indulto a 34 mil presas – o total de mulheres na cadeia. No entanto, isso não está certo. Vamos aos pontos:

– No Brasil, segundo último levantamento feito, até 2014 havia no Brasil há 37.780 presas. Muito provavelmente esse número aumentou até agora, mas esse é o registro recentemente apontado.

– A permissão para sair temporariamente da prisão em datas comemorativas como Natal, Ano Novo e Dia das Mães não é indulto. Chama-se ‘saidão’ e está prevista pela Lei de Execução Penal (Lei nº 7.210/84). Indulto significa o perdão da pena, concedido depois de cumprido vários requisitos. Nesse link há uma explicação bem clara das diferenças entre as duas coisas.

– Não cabe a Presidência da República permitir saídas temporárias como Dia das Mães e etc. A presidente concede indultos, ou seja, o perdão da pena, via Decreto Presidencial editado todo ano. Procuramos nos decretos publicados até agora e não há nada referente à liberação de 34 mil presas.

Essa história de indulto de Dia das Mães tem estado em alta pela proximidade da data, claro, e principalmente depois da imprensa noticiar que Suzana Von Richthofen – sim, aquela que participou do assassinato dos pais – recebeu permissão de saída temporária da prisão para o Dia das Mães. Atenção, saída temporária, não indulto.

Resumindo a novela, Dilma não permitiu que 34 mil mulheres saíssem da prisão e não deu indulto de Dia das Mães para ninguém, porque saída de Dia das Mães não é indulto. Dito isso, o resto é #boato e falta de informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *