Comando Vermelho decretou ataque a toda polícia do Rio #boato

By | 21/11/2016

Boato – Após queda de helicóptero e morte de mais de 80 bandidos na Cidade de Deus, Comando Vermelho decretou ataque a toda polícia do Rio de Janeiro.

Um dos assuntos mais chamou atenção no terceiro fim de semana de novembro de 2016 foi a queda do helicóptero da polícia do Rio de Janeiro na Cidade de Deus. No acidente, quatro policiais morreram.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Após queda de helicóptero na Cidade de Deus, Comando Vermelho decreta ataque geral à polícia, diz boato

Após queda de helicóptero na Cidade de Deus, Comando Vermelho decreta ataque geral à polícia, diz boato

Após o ocorrido, uma mensagem começou a circular online. Ela dava conta que o Comando Vermelho havia decretado “ataque geral à polícia”. O motivo: uma retaliação após a morte de “80 bandidos” na Cidade de Deus. Leia o texto que circula online:

Pessoal atividade na pista: Segundo chegou aqui pra mim agora chefões do comando vermelho decretaram ataque geral a partir de hoje a toda policia do Rio de Janeiro incluído até os de folgas. Devido o Bope ter encurralado e exteminado Na Mata um grupo grande de marginais que derrubaram o helicóptero na CDD. (Mas de 80 bandidos mortos)

Os ataques aos policiais Começarao pela zona Norte, Depois zona Sul, depois baixada e zona Oeste… Então atividade na pista e cuidem de suas famílias! Avisem aos seus amigos para não saírem de casa. Por favor! Pois infelizmente agora virou guerra. serão eles ou a gente! Que Deus nos proteja…………….( Capitao Frazão )

Comando Vermelho decreta ataque à polícia do Rio?

É claro que o alerta se espalhou como rastilho de pólvora durante o fim de semana. Mas será mesmo que o Comando Vermelho deu uma ordem para que se mate qualquer policial, mesmo os de folga? Pelo que tudo aponta, a resposta é não. Vamos aos fatos.

Antes de falar da história em si, temos que alertar que boatos como o de cima são alguns dos piores que podem existir. Imagine a situação: não houve ordem alguma, mas alguém lê que a ordem existiu, “acredita” e começa a sair matando policiais. Ou então, alguém da polícia lê, acredita e aí sai matando as pessoas da comunidade com medo de ser morto.

Dito isso, vamos analisar a história. Para começo de conversa, o texto tem as características de todo bom boato. Muitos erros de português (inacreditáveis para um capitão da polícia, que teve que passar em concurso público) e caráter alarmista.

Para além disso, ele distorce tudo o que aconteceu. De acordo com perícia da própria Polícia Militar do Rio de Janeiro, o helicóptero não foi derrubado por tiros. Como se trata de uma perícia preliminar é cedo para descartar a hipótese de “ataque”, mas que ela foi enfraquecida, foi.

Além disso, o texto aponta que 80 “bandidos” foram mortos na mata da Cidade de Deus. Houve, sim, uma operação da polícia do Rio de Janeiro após a queda do helicóptero (que estava lá captando imagens para que a operação fosse realizada). Drogas foram apreendidas e sete pessoas presas. Também foram encontrados os corpos de sete pessoas que seriam traficantes (não 80).

Outro ponto: o texto fala que “os ataques” começarão na Zona Norte, depois Zona Sul e etc. Isso vai contra toda lógica dos ataques que costumam acontecer contra os policiais. Normalmente, os policiais (e não são poucos) costumam sofrer ataques em circunstâncias de assalto após serem reconhecidos. Só neste ano, uma centena deles perdeu a vida.

Ou seja, a coisa é muito mais sutil do que aparenta ser. Não “matando na Zona Sul, depois Zona Norte” para despertar a ira da polícia e depois sofrer retaliações. A questão está na oportunidade de quem comete os crimes. E aí, é inegável que policiais realmente corram risco.

Resumindo: há sim uma situação delicada entre policiais e traficantes no Rio de Janeiro (assim como em tantas outras cidades do Brasil). Porém, o áudio que circula online e usa diversas informações desencontradas é boato. Não há nenhuma comprovação que o Comando Vermelho vá atacar a polícia sistematicamente.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão dos leitores M. Anilorac e mais cinco que não se identificaram. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *