Botijão de gás explode e mata dois homens que bateram nele, mostra vídeo #boato

Boato – Nunca bata em um botijão de gás, mesmo que ele esteja vazio. Vídeo mostra que dois homens morreram após o botijão explodir.

Se tem uma coisa que, desde os “tempos da vovó”, todo mundo sabe é que existem algumas coisas com que “não se deve brincar”. Fogo, eletricidade, águas profundas, botijões de gás… Para muitos, o receio com o último item citado da lista aumentou após um vídeo viralizar no WhatsApp.

A filmagem, de cerca de 15 segundos, mostra dois homens próximos a um botijão de gás. Eles balançam o botijão e batem nele com um objeto. Ao final, o aparato simplesmente explode e o sangue voa para todo o lado.

Achamos algumas versões de textos que aparecem junto ao vídeo. “Nunca batam numa botija de gás. Mesmo vazia.vejam o que acontece. Repassem para salvar vidas”, diz a versão que circula no WhatsApp. “Botijão GLP Explode em Treinamento”, diz outra versão. Assista ao vídeo:

Botijão de gás explodiu e matou dois homens que bateram nele?

O tal vídeo circulou muito na internet e deixou muita gente com vontade de voltar ao fogão à lenha. Mas será mesmo que o botijão explodiu no vídeo e matou os dois homens? Será que foi em um treinamento no Brasil? E será que botijão explode deste jeito? A resposta para as três perguntas é não. Vamos aos fatos.

O primeiro ponto que nos deixou com “uma pulga atrás da orelha” com a história é a ausência de informações contidas nela e todas as características de boatos no texto (vago, alarmista, com erros de português, pedido de compartilhamento e sem citar fontes confiáveis).

Já conseguimos eliminar a hipótese de ter acontecido no Brasil (como diz o segundo dos nossos exemplos acima) ao saber que o vídeo começou a circular em outros idiomas e que não há uma notícia sobre a tal explosão no Brasil.

Já sabemos que o vídeo não “nasceu no Brasil”, mas será que ele é real? Também não. Além de não encontrarmos qualquer notícia sobre a explosão em outros países, é possível, notar que a explosão não passa de uma edição de vídeo.

A resposta está em alguns elementos. O primeiro é a calma de quem faz a filmagem (é possível ver que tem alguém filmando uma vez que a câmera treme) na hora da explosão. Como a pessoa não deixou a câmera cair e filmou toda tragédia? E como ela não foi atingida com uma explosão daquelas?

As suspeitas se consolidam quando olhamos a tal explosão com mais atenção. Note que ela é desproporcional com o ambiente (lembra alguns do fatalities do Mortal Kombat de Super Nintendo). Note também que o homem mais gordo desaparece em um frame antes da explosão. Este site indonésio de fact-checking também cravou que o vídeo foi editado.

Agora a última pergunta: é possível um botijão explodir assim? A resposta também é não. O vídeo abaixo é bem didático em relação às situações nas quais há riscos: 1) Em caso de vazamentos em ambientes fechados (é assim que acontece a maioria das explosões). 2) Em casos de incêndios. Neste caso, o calor do incêndio faz o GLP se expandir e explode o botijão. Assista:

O site da Ultragaz também tem um artigo que endossa que botijão (o recipiente) não explode, exceto em casos de incêndio. “Se houver um incêndio por conta de um vazamento, por exemplo, a temperatura do local subirá muito, a pressão interna do botijão com GLP aumentará, e aí sim pode ocorrer a explosão do recipiente por conta do derretimento do material”, diz.

Resumindo: o vídeo não foi criado no Brasil, a explosão é editada e botijões de gás não explodem apenas com batidas e “balançadas”. Tudo não passa de um boato que circula online.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)