7 boatos sobre drogas mortais que chegaram ao Brasil

Boato – Burundanga, Dofe, Docinho, Cloud Nine… confira 7 boatos sobre supostas drogas mortais que chegaram ao Brasil.

É, a tal da droga Burundanga, também conhecida como escopolamina ou a “droga que mata a consciência”, voltou a causar frisson aqui no Brasil. A existência da “droga” não é novidade aqui no país e seus boatos já circulam na web há décadas. Mas se você pensa que ela é a única das drogas mortais, está terrivelmente enganado. Confira quais são os 7 maiores boatos sobre drogas (só que não) que andaram circulando pelas redes sociais brasileiras:

1. Burundanga ou escopolamina

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:

Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99432-5485 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Se inscreva no nosso canal no Youtube

A história é velha e só vem se reformulando ao longo do tempo. Na versão mais recente, as postagens indicam que traficantes de órgãos estão utilizando a droga para raptar pessoas e retirar seus órgãos. Nessa história, os bandidos utilizam a burundanga em cartões de banco. E se você acha que acabou, piora ainda mais: o texto fala em mortes em decorrência de toda a ação. Nem preciso dizer que, depois de décadas, essa é só mais uma história atualizada sobre a suposta droga, né? Ah, e a tal escopolamina é o famoso Buscopan.

2. Manga Rosa, a droga que parece açúcar

Se você, internauta, não gosta de açúcar, que atire a primeira pedra. É quase impossível: o açúcar está presente nas maiores paixões nacionais, como o bolo, o pão e o refrigerante. E, olha, a informação de que uma nova droga, récem-chegada ao Brasil, parecia com açúcar deixou muita gente preocupada. Bom, nossa equipe só encontrou pelos sites de busca que a tal manga rosa pode ser uma variedade da Cannabis ou uma gíria para a “maconha de boa qualidade”.

3. É o DOFE, DOFE

Informações sobre drogas que são utilizadas por outras vias, como a visual, não são novidades no país. E, em algumas oportunidades, são reais. Porém, a história do tal DOFE andou causando muito reboliço e conversa fiada pelas redes sociais. As postagens diziam que uma jovem pingou um pouco de DOFE nos olhos e, minutos depois, começou a ter algo parecido como uma convulsão. A história afirmava que era mais uma droga para acabar com a vida dos jovens. A realidade? Longe disso. A tal droga, na verdade, tratava-se de LSD e a pessoa que gravou o vídeo falou DOFE, ao invés de doce, sinônimo do LSD.

4. Depois do DOFE, o docinho

Se não bastasse o DOFE, o docinho chegou para a galera. E isso pode piorar? Pode sim. Afinal, a postagem indica que o DocinhO chegou nas escolas e tem sabor que atrai as crianças. Algumas histórias indicam que o tal docinho dissolve na boca e outras afirmam que a tal droga parece uma figurinha. E a gente nem precisa dizer que toda essa história não passou de balela, não é mesmo? E se você ficou curioso pra saber qual é a verdade: as fotos do tal docinho, na verdade, eram pílulas de Ecstasy.

5. Cloud Nine e as drogas do canibalismo

Essa história foi pesada e causou espanto. De acordo com as postagens, uma nova droga, chamada de “Cloud Nine” ou “Sais de Banho”, estaria chegando no Brasil. E você acha que acabou? Na-na-ni-na-não. O que realmente causou medo foram as possíveis reações que essa droga poderia ocasionar, como o canibalismo. Nesse caso, os vídeos, utilizados como prova do que a tal droga poderia fazer no organismo de quem a ingerisse, são falsos e estão longe de mostrar alguém após o consumo da tal “Cloud Nine”.

6. Pílula zumbi

Bom, esse boato é um dos meus preferidos. Muitos amigos compartilharam a notícia da tal pílula zumbi. As postagens afirmavam que a droga deixou uma mulher irreconhecível após o consumo da pílula. Na filmagem, que acompanhava as postagens, havia uma mulher, visivelmente transtornada, em um carro da concessionária Ecovias. E, bom, eu nem preciso dizer que o caso da mulher, que é real, não foi associado a nenhum tipo de droga, não é mesmo? Pura balela.

7. A droga que mata em três dias

E o que falar sobre a droga que chegou ao Brasil e, se consumida, definitivamente, não tem mais volta? É, essa história afirma que a “Droga do Apocalipse”, também conhecida como krokodil, pode matar o usuário em até 3 dias. As postagens apontam que ela pode destruir rapidamente a mente, o espírito e o corpo. Além disso, sustentam que seu princípio ativo é a desomorfina, dez vezes mais poderosa que a morfina. De verdade nessa história toda, apenas a existência da droga krokodil. E ela é conhecida lá na gringa como droga zumbi por conta do estado em que deixa o corpo do usuário. Mas não mata em 3 dias, não.

3 comentários em “7 boatos sobre drogas mortais que chegaram ao Brasil

  • 12/11/2017 em 23:19
    Permalink

    Quer dizer que, as drogas já são conhecidas. Apenas estão chapados com a língua enrolada

    Resposta
  • 12/11/2017 em 07:51
    Permalink

    O boatos.org deve usar uma linguagem mais séria e direta, se quiser manter a credibilidade.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)