7 boatos sobre desenhos animados e animes que enganaram internautas

Vira e mexe personagens de desenhos animados se tornam protagonistas de boatos na web. Pensando nisso, o Boatos.org listou 7 histórias sobre desenhos animados e animes que já enganaram muita gente na web.

Seja criança ou adulto, todo mundo gosta ou pelo menos já gostou de um personagem de desenho animado. Para cada geração, novos desenhos, heróis e princesas. Como você deve imaginar, no mundo da boataria o enredo não é diferente.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99432-5485 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Muitos desenhos animados se tornaram um prato cheio para as mentes brilhantes da internet. Personagens do diabo, apologia às drogas e casais homossexuais são algumas das supostas mensagens subliminares das animações. De previsão dos Simpsons a princesas lésbicas, conheça 7 boatos sobre desenhos animados e animes que ganharam a web. Confira na lista:

1 – As previsões dos Simpsons

A série, que faz piada de si mesmo e de todo mundo que aparecer em seu caminho, ganhou poderes visionários da internet. As três vezes em que a série visitou as páginas do blog foram focadas em profecias. A primeira delas dava conta da previsão do lançamento do aplicativo Pokémon Go. Mas, a verdade é que a tal previsão não passava de mais um golpe da web. Leia mais sobre o boato aqui.

Depois da febre do Pokémon Go, chegou a vez de Donald Trump. De acordo com as informações repassadas pela internet, o desenho previu em 2002 que Trump se encontraria com líderes do Egito e da Arábia Saudita. Apesar da previsão sobre a eleição de Donald Trump ser real, essa história de que Os Simpsons previram o encontro entre os líderes do Egito e da Arábia Saudita não faz o menor sentido. Isso porque a imagem viralizada foi criada depois que o encontro aconteceu. Leia mais sobre o boato aqui.

Para fechar o trio profético, a história sobre a previsão da Copa do Mundo. Em 2014, teorias da conspiração sobre a lesão do jogador Neymar, no último jogo da seleção brasileira, bombardearam a rede. Histórias como “Os Simpsons estão prevendo a Copa” e até “Os Simpsons fizeram macumba com o Neymar” surgiram na web. Mais uma vez, a história não passava de uma arapuca da internet. Leia mais sobre o boato aqui.

2 – Pokemón e o diabo

Quem poderia imaginar que o jogo Pokémon Go daria tanta polêmica? O jogo causou alvoroço pelo mundo e fez usuários passar por situações desagradáveis ao tentar capturar monstrinhos. No mundo da boataria, o jogo também foi protagonista de várias histórias. Uma delas apontava que o nome Pokémon seria demônio de bolso. E mais: fãs do desenho teriam sido vítimas de alucinações, suicídios, coma e até parada cardíaca.

Para começar, o significado da palavra Pokémon é Pocket Monsters ou em japonês Poketto Monsta, que significa monstro de bolso e não “demônio de bolso”. Além disso, a informação de que crianças foram vítimas do jogo não procede. Leia mais sobre o boato aqui.

3 – Deus Goku nas notas de dinheiro

Dragon Ball se tornou um dos desenhos preferidos dos nascidos na década de 90. O desenho fez sucesso e permanece na memória de muita gente até hoje. Em 2014, uma história levou muitos fãs a loucura. Afinal, quem não queria uma cédula em homenagem ao seu personagem preferido? Isso mesmo. A balela da vez dava conta que 5 mil cédulas foram impressas com a mensagem “Goku seja louvado”. Tudo balela, construída por sites de brincadeiras na web. Leia mais sobre o boato aqui.

4 – Galinha Pintadinha do diabo

Não há uma mãe, pai, tio e avó de uma criança que não conheça esse fenômeno infantil. Afinal, na hora da correria a Galinha Pintadinha se torna um ser abençoado. Mas, a atração já foi protagonista de histórias bizarras na internet. Em 2013, um post apontava o desenho como uma atração satânica. A publicação da suposta mãe que alertava os pais dos males do desenho afirmava que o filho e o sobrinho ficavam hipnotizados ao assistir à animação.

Por incrível que pareça, muita gente levou a sério a postagem. Mas, o que nem todos sabiam, e que a história não passava de mais uma balela da internet. Para nossa alegria e a de muitos pais, o desmentido (que é um dos textos mais lidos até hoje) foi tão compartilhado quanto o boato. Leia mais sobre o boato aqui.

5 – Peppa tem uma origem horrível e causa danos no cérebro

Outro desenho famoso nas páginas do blog é o da Peppa Pig. Em 2015, uma história pra lá de bizarra dava conta da origem de uma das personagens do desenho, a Peppa. Segundo as informações repassadas pela internet, a menina que deu origem a personagem era uma criança chamada “Peppa” que acreditava que sua família era de porcos e morreu triturada.

Uma revelação e tanto. Se fosse verdade, sim. Mas, a verdade é que a origem da personagem não tem nada de trágico. A Peppa foi criada por Mark Baker e Neville Astley da Astley Baker Davies. A ideia era que a serie pudesse ser vista por pais e crianças mais velhas. Leia mais sobre o boato aqui.

Não demorou muito tempo para a Peppa voltar aos holofotes. Dessa vez, a história apontava que um estudo de Harvard teria concluído que o desenho Peppa Pig pode causar problemas psicológicos nas crianças. Muitos pais ficaram preocupados com a história e proibiram seus filhos de assistir esse mal disfarçado de porquinha. Tudo em vão, porque a história é falsa. Leia mais sobre o boato aqui.

6 – Branca de Neve e a apologia às drogas

Não, pera. Os clássicos da Disney não poderiam ficar de fora dessa lista. A balela que fez desmoronar o mundo mágico da Branca de Neve, apontava que o nome “Branca de Neve” representaria a cocaína e os sete anões seriam os efeitos que a droga causa no corpo humano. Mentira, já que não foi Walt Disney que inventou o nome para a princesa Branca de Neve e nem dos sete anões presentes na história. Leia mais sore o boato aqui.

7 – As princesas se beijaram

As vezes a obsessão da família tradicional leva longe, a prova está na história sobre o suposto “novo filme da Disney” que teria beijo gay entre as princesas. Uma das provas dessa tese era uma ilustração da Anna, irmã da Elsa, em Frozen: uma aventura congelante, beijando a Branca de Neve.

A história viralizou graças a muitas pessoas indignadas com a “forçada de barra” da Disney. Mas, ao contrário do que se imagina, a imagem é fruto de um trabalho realizado pelo artista Isaiah K. Stephens, a pedido da Cosmopolitan, para celebrar o Dia do Orgulho LGBT nos Estados Unidos. Leia mais sobre o boato aqui.

Um comentário em “7 boatos sobre desenhos animados e animes que enganaram internautas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)