Bilhete único não está mais valendo no Rio de Janeiro #boato

Boato – A partir de amanhã, o bilhete único no Rio de Janeiro não vai estar valendo mais. O governo não repassou o valor para as empresas.

A crise financeira do Rio de Janeiro assusta muita gente. Nos últimos dias, não foram poucos os protestos contra o ajuste fiscal no estado. Em meio a todo esse cenário de caos, diversos boatos aparecem na internet.

Bilhete único não está mais valendo, diz boato
Bilhete único não está mais valendo, diz boato

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

A última história que circula online dá conta que o bilhete único (ticket que você pode usar em mais de uma viagem) não vai valer mais a partir do dia 26/11/2016 (a versão que estamos desmentindo do boato dá esse dia. Mas sabe como é a internet). Leia o texto que circula online:

Fiquem ligados amigos!!! Estou repassando…não sei se confere… porque se o “GIGANTE” não acordar; nós vamos tomar na taraqueta mais uma vez!!! *A PARTIR DE AMANHÃ DIA 26/11/2016 O BILHETE ÚNICO NÃO VAI ESTAR VALENDO MAIS.*

*VAI SER DESCONTADO O VALOR NORMAL DA PASSAGEM SEM O DESCONTO.* *O GOVERNO NÃO REPASSOU O VALOR PARA AS EMPRESAS, E MAIS UMA VEZ O POBRE TOMA.* *NÃO ESTÁ SENDO DIVULGADO PARA NÃO CAUSAR MAIS TUMÚLTOS DO QUE JÁ ESTÁ TENDO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.*

*QUE VERGONHA PARA O NOSSO ESTADO.* *DIVULGUE PARA O MÁXIMO DE PESSOAS QUE PUDER, POIS ISSO É UM ABSURDO.* *Att: Deputado Estadual Marcos Abraão.* *Esse nome dá Trabalho.*

Bilhete único não está mais valendo no Rio de Janeiro?

É claro que, em meio a cortes no Rio de Janeiro, uma notícia como essa não surpreenderia. Porém, para a sorte dos cariocas, o bilhete único não vai ser cortado (pelo menos por enquanto). Vamos aos fatos.

O “X” da questão está justamente no atraso do governo do Rio de Janeiro. Há uma dívida de R$ 6 milhões do Estado em relação às empresas concessionárias que administram o metrô. E, sim, chegou-se a ventilar a possibilidade do programa ser cortado.

Porém, uma reunião no dia 25/11 definiu o futuro do programa. Nela, o governo prometeu pagar a dívida e manter o bilhete único. Porém, nem tudo são flores. O governo apontou, também, vai aumentar o custo de R$ 6,50 para R$ 7,50. De uma forma ou outra, a coisa vai estourar no bolso da população. Para completar, a Secretaria de Transportes desmentiu a postagem que circula em redes sociais. Leia:

“A Secretaria de Estado de Transportes informa que são falsas as notícias veiculadas em redes sociais que anunciam o fim do Bilhete Único Intermunicipal. Após reunião ontem (25/11) com os operadores de transportes públicos, o Governo do Estado anunciou que o programa está mantido. Apesar dos recentes arrestos às contas estaduais e da crise financeira, o Governo do Estado irá regularizar o pagamento do subsídio na próxima semana, sem prejuízos à população.

O Governo do Estado reforça a importância das alterações propostas à Assembleia Legislativa (Alerj) para readequar o programa à nova realidade financeira do Estado, como o reajuste da tarifa do BUI de R$ 6,50 para R$ 7,50 e o limite de subsídio de R$150 por beneficiário para a complementação das passagens no transporte público. Segundo estudos, juntas, as medidas devem gerar economia de R$ 256 milhões.”

Resumindo: a informação que aponta que o bilhete único vai acabar no Rio de Janeiro é falsa. Isso não significa que o transporte no estado esteja em uma situação confortável. O reajuste mostra justamente isso.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão das leitoras Agni Shakti, Evelin e mais cinco que não se identificaram. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)