Aluno agrediu professora com uma tesoura em São Paulo #boato

By | 23/09/2016

Boato – Aluno de oito anos agrediu a professora com uma tesoura e um apagador na EMEF Altino Arantes, em São Paulo. Foto mostra testa cortada.

Nos últimos dias, o tema educação voltou a ser discutido após a Medida Provisória que prevê mudanças no Ensino Médio. Seja qual for a corrente (favorável ou contrária à MP) que se segue, em uma coisa há acordo entre todos que receberam a notícia: o jeito que as escolas são feitas hoje em dia necessitam de uma revisão. Alguns casos de indisciplina ajudam, inclusive, a dar combustível para quem está insatisfeito com a educação. E a internet é palco para muitas discussões.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Professora foi agredida por um aluno com tesoura, diz boato

Professora foi agredida por um aluno com tesoura, diz boato

A última delas mostra uma foto de uma senhora com um corte profundo na testa. A imagem, que viralizou no Facebook e WhatsApp, dá conta que um aluno de oito anos de idade a agrediu. Em uma das versões do texto, é dito que a arma foi uma tesoura. Em outra, ele teria batido na professora com um apagador. Leia textos que circulam online:

Olha o que um aluno da EMEF Altino Arantes fez com sua professora hoje,( 22/09/16) de manhã!

Deu uma tesourada na testa da professora. O aluno tem apenas 08 anos! Precisamos mudar essa realidade na rede municipal de ensino de São Paulo!

UMA AD FOI AGREDIDA POR UM ALUNO QUE ATIROU UM APAGADOR NELA. QUAL A ATITUDE QUE DEVE SER TOMADA AMIGOS EDUCADORES? ??? (

Aluno agrediu professora com uma tesoura?

É claro que a história causou indignação nas redes sociais. Alguns falaram que a família e a falta de educação em casa é o problema. Outros pediram cadeia para o menino de oito anos de idade. Alguns, mais radicais, já falaram que seria bom matá-lo antes que crescesse. Todos se esqueceram de um detalhe: averiguar se a história era verdadeira.

É fato que a foto é da EMEF Altino Arantes. Aliás, a imagem é da vice-diretora da instituição e não se trata de uma montagem. Porém, as circunstâncias que o incidente ocorreu são bem diferentes do que está sendo divulgado na internet.

De acordo com esta reportagem da revista Veja, não procede a informação de agressão de um aluno à professora. O corte foi causado por um porta-lápis arremessado, sem intenção, por um aluno. À revista, a Secretaria Municipal de Ensino de São Paulo apontou que se trata de um acidente, que ele “não tinha a intenção de atingir qualquer pessoa” e que o responsável foi “chamado para ter ciência do episódio”.

A mesma matéria falou com o filho da vice-diretora da escola. Ele confirmou que a história é diferente do que está sendo dito em redes sociais:

“Preferimos resguardar nossa mãe. Foi um acidente no âmbito escolar e não tudo isso que vem sendo dito pelas redes sociais. Minha mãe está se recuperando”.

Resumindo: é fato que uma professora se cortou na EMEF Altino Arantes. Só não é fato que ela foi agredida por um aluno e nem que uma criança de oito anos estava “armada com uma tesoura”. De acordo com a Secretaria de Ensino e a família da professora, trata-se de um acidente.

5 thoughts on “Aluno agrediu professora com uma tesoura em São Paulo #boato

  1. Sueli Martins Cardoso

    Boato também está mal contado. Um corte dessa intensidade causado com um porta lápis?

    Reply
  2. MAria Amelia P. Fernandes

    Eu acho que a net deveria se preocupa em informar, coisa que edifiquem, não se preocupar de noticiar baixaria,,não temos mais opções…….chegaaaaaaaaaa

    Reply
    1. Yara

      tbm acredito que ela pode está sendo forçada a contar outra versão, sou professora fui agredida por um adolescente de 16 que arremessou uma cadeira no meu rosto, tive que me ausentar da escola por mais de um mês , enquanto o aluno concluía o ano letivo, conheço essa situação

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *