7 boatos sobre movimento gay, arte e pedofilia que circularam na web #boato

Boato – Confira a lista dos maiores boatos sobre o movimento gay, arte e pedofilia que andaram circulando recentemente nas redes sociais. 

Depois das polêmicas da exposição do Santander cultural e do Museu da Arte Moderna (MAM), discussões relacionando “arte e pedofilia” não pararam de circular na internet. No meio de acusações, de um lado, de censura e, de outro, de pedofilia, muita notícia falsa circulou na web. Se você quer passar longe de toda essa “boataria”, confira a nossa lista dos últimos boatos sobre o tema. Se liga.

1) Exposição do Santander gerou revolta contra o banco

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:

Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99432-5485 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Se inscreva no nosso canal no Youtube

A exposição do Queermuseu, organizada pelo Santander Cultural, deu o que falar. Após denúncias de que a exposição promovia a pedofilia e a zoofilia, ela foi cancelada. E não demorou para que os boatos sobre o assunto começassem a pipocar na rede. Um deles dava conta de que o banco Santander havia perdido mais de 20 mil clientes em apenas dois dias, após a exposição. A equipe do Boatos.org desmentiu essa informação aqui.

2) Ator é preso após pedido de Marco Feliciano

Depois de porto alegre exposição do MAM foi a o novo alvo alvo para boatos. Tudo materializado no nome de Wagner Schartz. Uma história que causou frison nas redes sociais foi a suposta prisão do ator Wagner Schwartz. De acordo com o texto, Wagner teria sido preso pela Justiça, a pedidos do deputado Marco Feliciano, após sua apresentação no MAM, no espetáculo La Betê. E nem preciso dizer que a equipe do Boatos rapidamente desmentiu essa informação, não é?

3) Coreógrafo é morto a pauladas

Outra história envolvendo o nome do coreógrafo Wagner Schwartz tomou conta das redes sociais. Nesse boato, a história dava conta de que o coreógrafo havia sido morto a pauladas quando chegava em casa, na zona sul de São Paulo. E da mesma forma que a notícia anterior era mentira, eu nem preciso dizer que essa aqui se tratava de uma boato e pode ser conferida aqui, né?

4) Jean Wyllys e Pabllo Vittar em prol da diversidade sexual

Outro assunto que deu o que falar foi uma suposta postagem do deputado federal Jean Wyllys, promovendo um possível “giro” cultural, em conjunto com a cantora Pabllo Vittar, sobre a cultura LGBT e a diversidade cultural. Dessa vez, o deputado federal foi vítima de mais um boato que circulou pela internet, ou seja, tudo não passou de mentira. Você pode conferir a história toda aqui.

5) Pabllo Vittar será apresentadora de programa infantil

Pois é. Esse foi outro assunto que encheu as redes sociais. Foram muitos compartilhamentos e nenhuma prova de que o assunto era real. E a equipe do Boatos.org foi atrás – e demonstrou aqui que a história não passava de uma mentira. Segundo o boato que circulava pela internet, a cantora Pabllo Vittar iria apresentar um programa infantil na TV Globo, mas tudo não passava de ficção.

6) Abertura de novela terá beijo gay

Depois que a globo se posicionou “a favor dos artistas” (pelo menos na versão de quem considera as exposições de Porto Alegre e São Paulo como pedofilia. , também começou a aparecer em boatos. De acordo com o boato que chocou a internet, a nova novela da Globo promete uma abertura que envolve um beijo gay e uma dança entre dois homens. Indo um pouco a fundo, a equipe do Boatos.org descobriu que o vídeo que acompanhava o post sobre a história tratava-se de uma performance artística, ou seja, nada de novela e, muito menos, TV Globo. Confira aqui a história que a nossa equipe desmentiu.

7) Ícones brasileiros comentam sobre performances artísticas

E pra encerrar a nossa lista de boatos, temos dois que causaram um verdadeiro reboliço nas redes sociais. No primeiro, a história dava conta de que o escritor Fernando Veríssimo havia escrito uma crítica sobre a performance no MAM. No outro, a postagem insinuava que o padre Fábio de Melo havia feito uma crítica sobre a esquizofrenia social e o movimento gay. E eu nem preciso dizer que ambas as histórias caíram por terra, não é mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)