7 boatos envolvendo crianças e adolescentes que circulam na internet

Histórias envolvendo crianças e adolescentes são comuns na internet. O Boatos.org listou sete alarmes falsos que receberam muitos compartilhamentos na rede.

Na última semana, um dos assuntos mais comentados na internet foi a história de que o Conselho Tutelar teria pedido a prisão de um pai que teria ensinado a profissão de pedreiro a seu filho e postado um vídeo no Facebook.
Esse é apenas um dos inúmeros casos que envolvem crianças e adolescentes e que geram repercussão na internet. Confira abaixo uma lista com 7 boatos envolvendo crianças e adolescentes:

1) Conselho Tutelar pede prisão de pai que ensinou profissão de pedreiro ao filho

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Como dito acima, um dos boatos que ganhou grande repercussão nesta semana foi a história de que o Conselho Tutelar teria pedido a prisão de um pai que estaria ensinando à seu filho a profissão de pedreiro.
No entanto, o Boatos.org fez uma análise da mensagem online que estaria circulando sobre essa suposta prisão. Após pesquisas, chegou- se a algumas conclusões: o nome membro do Conselho Tutelar não foi informado na mensagem e muito menos a cidade em que o caso aconteceu. Clique aqui e saiba mais detalhes do boato.

2) Vídeo mostra crianças dançando funk no Brasil

E mais uma vez, nós vamos falar sobre crianças, entretanto o assunto não é trabalho infantil. A história envolve um vídeo que foi compartilhado no Facebook e WhatsApp e dizia que as crianças envolvidas estariam dançando funk simulando sexo, no Brasil.

O Boatos.org apurou e destacou que o vídeo não foi feito no Brasil e que a dança não se refere a um funk. Na realidade, as crianças estão dançando X- Rated, na Jamaica. Ou seja: além de não ser funk, o vídeo não foi gravado no Brasil.  Confira detalhes do boato aqui.

3) Foto de criança jogando pedra em policial do Bope

Esse boato foi desmentido em 2015, mas vale relembrar. A foto ganhou repercussão, após ter sido divulgada a morte de Eduardo de Jesus, 10 anos, no Complexo do Alemão, Rio de Janeiro. Ele foi morto com um tiro na cabeça na porta de sua casa e os policiais responsáveis não foram indiciados por decisão da justiça.
Uma foto de uma criança jogando uma pedra em um policial do Bope começou a circula na internet como justificativa para o morte do garoto. O Boatos.org apurou e ressaltou que essa foto era apenas uma montagem. Confira detalhes do boato aqui.

4) Aluno agrediu professora com uma tesoura em São Paulo

Uma mensagem que circulou online em setembro de 2016 diz que um aluno de oito anos deu uma tesourada na testa de uma professora que trabalha no EMEF Altino Arantes. Já em outra mensagem dizia que a professora teria sido agredida por um aluno com um apagador.

O Boatos.org apurou a história e provou que realmente a foto que circula com a professora com a testa machucada é do EMEF Altino Arantes, mas que não houve nada de tesourada ou de apagador. Confira detalhes do boato aqui.

5) Menina de 10 anos grávida exibe barriga para foto

Gravidez na adolescência já é motivo para polêmica na internet. Imagine um boato que envolva uma criança de dez anos grávida. Pois é, uma imagem publicada em um perfil no Facebook mostra uma garota sorridente exibindo a sua barriga.

O Boatos.org mostrou a foto e o texto, que contém um tom de revolta. Segundo o texto, a imagem é de uma crinça na Bahia. Entretanto, o Boatos.org mostrou que a mesma foto foi divulgada uma semana antes em uma página caribenha. Como observado pelo Boatos.org, a menina mudou de nacionalidade com apenas uma semana. Estranho, né? Confira detalhes do boato aqui. 

 6) Flanelinhas borrifam ácido em vidros de carros no semáforo

Assim como gravidez precoce, a violência também é pauta de destaque, no Brasil. Um texto que circula online estaria informando sobre uma onda de violência em que flanelinhas e crianças estariam borrifando ácido nos motoristas.
Essa história é de assustar, né? Porém, o Boatos.org fez outros levantamentos e provou que a história é mais uma mentira que circula na internet. Confira detalhes do boato aqui.

7) Crianças desaparecidas

E dessa vez, o boato é sobre crianças desaparecidas. Esse assunto comove, não é mesmo? Entretanto, é importante ressaltar que nem sempre a história é verídica. Em 2016, o Boatos.org divulgou uma lista que envolve 7 casos casos de desaparecimento de crianças.

Há histórias tão alarmantes que envolvem até falsos sequestros e correntes em que as localidades do desaparecimento vão mudando de forma rápida.  Confira detalhes sobre destes 7 casos falsos aqui.

Deixe uma resposta

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)