Para Nossa Alegria morreu: texto que fala da morte do autor de hit na web é falso

Para nossa alegria

Para nossa alegria está vivo.

Boato – Jefferson da Silva Barbosa teria sido morto por facadas em São Paulo no dia 6 de dezembro.

Nem Jefferson da Silva Barbosa, o rapaz que ficou famoso em ao cantar, ou melhor, desafinar um hino evangélico (chamado Para Nossa Alegria) escapou da estatística de “homicídios” da internet. Claro, que estes números são sobre morte de pessoas que ainda não morreram. No começo de dezembro entre os dias 6 e 7 começou a circular em sites e em redes sociais a notícia de que o rapaz teria sido assassinado em São Paulo. Leia o texto que apareceu no Facebook:

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Autor do famoso vídeo ” Para a nossa alegria ” é morto a facadas em São Paulo

esse grande jovem deixo muitas saudades elem braças com o seu vídeo para a nossa alegria saiba que você Jefferson da Silva Barbosa sempre ira mora em nosso coração mais o importante agora e que você esta nos braços do pai.

Segundo o boato, que circulou em blogs e redes sociais, Jefferson teria sido morto após levar facadas no peito em um possível caso de latrocínio, roubo seguido de morte. A arma usada no crime, uma faquinha de serra foi encontrada a cinco metros de distância do corpo do jovem. Um dos blogs que reproduziu o conteúdo falso é esse aqui .

O delegado, Aliryo Gonzales, da Divisão de Homicídios da Polícia de São Paulo (DH) acredita na chance de latrocínio e diz estar buscando imagens do ocorrido captadas por câmeras de segurança  para prender o assassino que, segundo testemunhas, possivelmente seria usuário de crack.

Não pouparam nem a mãe de Jefferson. Mara que teria dito que seu filho foi morto enquanto comia um cachorro quente com os amigos em uma festa. Já para Suellen, a irmã que como o Jefferson ficou famosa pela “desafinação” do hino no mesmo vídeo viral, disse que ele o irmão avisou que não dormiria em casa e que iria dormir na casa de um amigo.

O fato é que a história está cheia de contradições, além de ter muitos erros. Os  horários citados no falso texto não batem. O mais curioso nessa história que antes de Jefferson morrer, que segundo o boato seria aproximadamente 19h, quatro testemunhas já teria sido ouvidas à tarde. Estranho, né?

Procuramos o nome do tal delegado na internet e não achamos nada. Aliás, quase nada. Aliryo Gonzales já foi personagem de outra trolada na internet. Ele era “uma contratação” que o Botafogo estava perto de fazer em 2011. Esse vídeo da ESPN fala do caso:

Além disso, o DH não existe. Em São Paulo, a divisão que trata de homicídios é o DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa). Leia neste link.

Por fim, o próprio morto acabou falando. Jefferson, seus amigos e familiares vêm reforçando nas redes sociais que tudo não passa de uma mentira. Chegou a fazer o seguinte comentário pelo Facebook que até o Ego (site de entretenimento da Globo) reproduziu.

E aí galerinha. Uma pessoa maldosa fez uma brincadeira sem graça. Eu to vivooo… PARA NOSSA ALEGRIA.

Eu sou de São Paulo, não de Madureira. E meu sonho é fazer faculdade de Medicina, e não de Mergulho ou Educação Física.

Mais triste é ver vários sites divulgando que morri sem comprovarem a notícia.

Mas glória a Deus que sirvo um Deus que me guarda.

Para NOOOOSSA alegriaaa…

Bem. Após mostrarmos tantas contradições e até o Para Nossa Alegria desmentir, parece bem óbvio que não tudo passa de mais boato mal contado que sai matando mais um. Tampouco, o corpo de Jerfferson foi encontrado. Ou seja, tudo é boato. Para nossa Alegria!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta