Informação errada: Mulher explode durante sexo em motel de Manaus

By | 12/06/2014
Imagem que circula como caso de mulher que explodiu é relativa a homicídio

Imagem que circula como caso de mulher que explodiu é relativa a homicídio

Boato – Enquanto estava em momentos quentes com o namorado, uma mulher de 32 anos explodiu em um quarto de motel de Manaus, no Amazonas.

Nem sempre as histórias que aparecem na internet são completamente falsas. Como toda boa fofoca, os boatos têm, às vezes, como base um fato verídico que é aumentado, exagerado e sensacionalizado até o ponto que se torna um viral. É isso que aconteceu com o texto que vamos falar hoje.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Na primeira semana de junho, um texto começou a explodir na internet. Ele dava conta que uma mulher teria simplesmente explodido enquanto estava com o namorado em momentos quentes em um motel de Manaus. Leia trechos do texto:

Curta também a nossa página no Facebook e não caia em boatos

O Policial Militar AS, 43 anos, foi com sua namorada, JCB, 32 anos, curtir momentos de prazer em um motel da Zona Sul de Manaus, no Amazonas. O que aconteceu a seguir foi típico de filme de ficção científica. A mulher simplesmente explodiu durante a relação.

Desesperado, A. foi até a casa da família da namorada explicar o inexplicável, mas não adiantou nada e ele foi preso sob suspeita de assassinato. Adelson insistia em dizer que era inocente e que a moça, sem que ele fizesse nada, “explodiu” durante o ato sexual. Ninguém acreditava em Adelson.

O policial só foi solto depois que saiu o laudo do Instituto Médico Legal, que apontou como causa da morte um acidente cardiovascular (AVC) raro e externo, ocasionando uma hemorragia tão forte que as veias da cabeça da mulher não aguentaram a pressão e, de fato, elas “explodiram”.

Sabe aquela história do aumento e invento. Pois bem, foi isso que aconteceu. Realmente, o caso da morte aconteceu em 2011, em Manaus. Para começar, a foto que está sendo utilizada na imagem é falsa. Ela é relativa a um caso de homicídio que aconteceu na Bahia em 2010. Ou seja, não tem nada a ver com o caso de Manaus.

Além disso, o termo “explodiu” é um exagero em se tratando do caso. Claro que nenhuma morte é agradável, mas o termo dá a impressão de que a mulher se despedaçou durante o sexo. E não foi isso que aconteceu.

Por fim, tentamos procurar o termo AVC externo. E descobrimos que, de tão raro, ele só encontrado nesta matéria. Ou seja, o mesmo repórter que inventou o termo explodiu também inventou o termo AVC externo.

Resumindo: a história tem como base um caso real. Mas está longe de ser contada com a exatidão que todo bom jornalismo preza. Se Nelson Rubens fosse mais macabro, iria adorar uma história como essa.

Nota do editor: há mais de uma semana estamos vendo este boato circular na internet. Relutamos em escrever o texto devido ao conteúdo do boato. Porém, resolvemos esclarecer esta história devido a pedidos de leitores. Em respeito a família das vítimas (de Manaus e Itabuna), resolvemos ocultar os nomes e imagens que estão nos originais dos boatos. 

PS: esse artigo foi uma sugestão dos leitores Ivanílson Santos e Mônica Londes. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.  

One thought on “Informação errada: Mulher explode durante sexo em motel de Manaus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *