Imagem falsa: estranha criatura é encontrada na América Latina

By | 10/06/2014
Boato diz que criatura estranha teria sido encontrada na América Latina

Boato diz que criatura estranha teria sido encontrada na América Latina

Boato – Criatura que seria mistura de mulher e cachorro com seis seios foi encontrada na América Latina amamentando filhotes de espécie como ela.

A arte contemporânea é totalmente assimétrica e talvez por esse motivo, algumas esculturas causam tanta confusão da população. Quem não se lembra das obras de Tarsila do Amaral em que o importante era analisar a expressão dos quadros, não a beleza. O problema é quando tudo isso se assemelha com a realidade.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Notícias que circulam na internet dão conta que em maio de 2014 foi encontrada na América Latina uma estranha criatura que é uma mistura de animal com ser humano, algo do gênero. Leia o texto que tem circula na web:

Estranha criatura encontrada na América Latina

Foi encontrada essa espécie numa mata da América Latina, ainda não se sabe ao certo do que se trata, estudos estão a ser feitos para descobrir a sua origem, os cientistas estão a procura do macho… O mundo está mesmo no fim..  

A imagem e o link da história tiveram milhares de compartilhamentos no Facebook. Mas fique tranquilo. Na verdade a imagem não passa de uma obra pós-moderna da artista australiana Patricia Piccinini.

Nascida em 1965 a artista gosta de utilizar o conceito da hibridez, que mistura homem com animal, homem com tecnologia, não sendo nada simétrico. Em suas obras traz a discussão dos impactos que a tecnologia tem em nossa vida.

De acordo com a página da artista, Piccinini tem uma atitude ambivalente em relação à tecnologia e cão ela usa sua prática artística como um fórum de discussão sobre os impactos da tecnologia sobre a vida. Interessada também em ideias da natureza entre o natural e o artificial em nossa sociedade.

A imagem citada foi postada há um ano na página da artista e tem exatamente as descrições do perfil de Patricia Piccinini que é de tornar imagens hibridas, misturando porco e ser humano para mostrar a evolução da população. Apesar do medo das mudanças, a criatura estranha é na verdade mais uma obra de Piccinini e nossa sociedade não está tão geneticamente modificada assim.

Vale lembrar que não é a primeira vez que “criaturas estranhas da América Latina” aparecem aqui no Boatos.org. Só para citar dois exemplos: o chupacabra que apareceu na Venezuela e a sereia de Manaus. Os dois são falsos assim como a “mulher cadela”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *