Cientistas russos descobrem cura para homossexualidade, diz notícia falsa

By | 17/09/2015

Boato – O Dr. Dimitri Yusrokov Slamini, da Rússia, descobriu uma vacina para curar homossexualidade.

A chamada cura gay, tratamento que faria homossexuais se tornarem héteros e defendido por conservadores, é um dos assuntos mais polêmicos no Brasil. Apesar da homossexualidade não ser considerada uma doença, ainda há quem defenda que gays “devem ser curados”. Essas pessoas se alegraram com uma informação que circula na internet.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Cientistas russos descobrem cura para homossexualidade, diz balela

Cientistas russos descobrem cura para homossexualidade, diz balela

Uma notícia, que tem circulado por blogs e Facebook, aponta que cientistas russos conseguiram desenvolver uma vacina que promete curar homossexuais. De acordo com a notícia, a invenção foi do Dr. Dimitri Yusrokov Slamini do Instituto russo para a Ciência Médica em Novosibirsk. Leia trechos:

Cientistas descobrem cura para homossexualidade

Novosibirsk | Dr. Dimitri Yusrokov Slamini do Instituto russo para a Ciência Médica em Novosibirsk e sua equipe de pesquisadores descobriram o que eles afirmam ser uma nova vacina que pode prevenir os sintomas precoces e até mesmo curar os seres humanos da homossexualidade , se tratada em uma idade jovem .

Os cientistas russos desenvolveram o ‘ antídoto ‘ baseado em uma pesquisa científica 1959 , publicado sob o título de ” ação organizadora da administração pré-natal de propionato de testosterona sobre os tecidos mediando o comportamento de acasalamento da fêmea cobaia “, de Charles H. Phoenix, um pesquisador americano .

A nova descoberta atraiu muitas críticas de lésbicas, gays, (LGBT) organizações bissexuais e transexuais em todo o mundo , mas um país poucos líderes têm abertamente mostrou apoio e interesse para a pesquisa. Irã, China e Arábia Saudita foram os primeiros países a mostrar interesse pela nova descoberta. Pesquisadores norte-americanos e europeus têm manifestado muito ceticismo , ao receber a notícia.

A notícia, muito bem escrita e com um monte de “teorias científicas” chegou ao Brasil por meio de um blog chamado “Sempre Questione”. E já que a ordem é essa, vamos questionar.

O primeiro ponto da história diz respeito à fonte da informação. Ao clicar no link apontado pelo site como do “Pravda” (agência de notícias da Rússia”), a gente chega ao site World News Daily Report. O tal site nada mais é do que uma página de notícias falsas.

Ao procurar pelo nome dos pesquisadores aparecem no texto, sempre chegamos ao texto da “pesquisa contra o homossexualidade”. Aí pensamos uma coisa: ou eles nunca fizeram outra pesquisa ou não existem. Qual hipótese você acha mais plausível? Um último detalhe: o Sempre Questione tem o layout idêntico ao site de notícias falsas gringo.

Sendo assim, podemos afirmar que a informação de que cientistas russos descobriram a cura para a homossexualidade não passa de mais uma balela que circula pela internet. A notícia é falsa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *